sábado, 31 de janeiro de 2009

Parceria




Ao terminar ontem audiência poública no Memorial Padre Cícero, o vereador Zé de Amélia Júnior (PSL) presidente da Câmara Municipal avaliou como positivo o encontro. Zé de Amélia disse ainda que a Câmara irá trabalhar em parceria com o poder executivo, Uma palavra que tranquiiliza o prefeito Manoel Santana (PT) e ao mesmo tmepo, abre um espaço para o diálogo entre executivo e legislativo.

Obras



A última ação do deputado federal José Nobre Guimarães (PT) ninguém ainda esqueceu. Guimarães articula no Governo Federal uma verba de 110 milhões de reais para obras importantes em Juazeiro do Norte. Uma ação que nenhum deputado federal do Cariri tem hoje nome e suporte para fazer com sucesso. Com essas obras acontecendo, Guimarães se credencia para ser um dos mais bem votados deputados federais no Cariri nas eleições de 2010.

Inovando



Camilo Santana tem sido considerado um dos melhores secretários do governador Cid Gomes (PSB). Camilo mostrou serenidade ao abrir mão de ser candidato a prefeito de Barbalha, cedendo lugar ao amigo e correligionário José leite (PT). Agora, Camilo promete concluir mandato à frente da agricultura cearenses sempre inovando.

Arnon Bezerra




Deputado federal Arnon Bezerra (PTB) preparando sua reeleição. Político experiente, fez bom trabalho como líder da bancada cearense na Câmara dos Deputados. Será bem votado fora do Cariri, e ao mesmo tempo, vai lutar para sair com expressiva votação de Juazeiro do Norte. Em Crato, recebrá apoio do prefeito Samuel Araripe (PSDB).

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

RAIMUNDÃO

Após quase duas décadas no ninho tucano, o ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo, se desfiliou do PSDB nesta terça-feira. A princípio, o líder político vislumbra a possibilidade de ingressar no PMDB, mas isso só será feito após uma conversa que terá com seus correligionários. Ele confessou que tem encontro marcado com dirigentes peemedebistas, em Brasília, mas ponderou que vai ouvir os amigos antes de tomar qualquer decisão final. O primeiro passo foi deixar o PSDB o que já não havia feito para evitar possíveis prejuízos ao mandato de prefeito que desempenhou até dezembro passado.

Nesta terça-feira, Raimundão enviou ofício ao presidente da Executiva Municipal do PSDB, Wilton Almeida, com o pedido de desfiliação. Depois, com o protocolo em mãos e autenticado, foi até o Cartório Eleitoral de Juazeiro do Norte ratificar a sua desfiliação perante o juiz Ademar da Silva Lima. A vida partidária de Raimundão entre os tucanos começou em março de 1990 quando decidiu postular uma vaga na Assembléia Legislativa. Ele havia sido eleito vice-prefeito de Juazeiro pelo PMDB e conquistou seu primeiro mandato de deputado estadual como peessedebista.

Foi pelo PSDB que se reelegeu seguidamente nos anos de 1994, 1998 e 2002 ostentando três mandatos e meio. É que, em 2004, motivado pelas pesquisas que o indicavam como o preferido do partido, resolveu se candidatar e venceu as eleições para prefeito de Juazeiro. Para Raimundão, a sua missão no PSDB foi cumprida com fidelidade e respeito aos correligionários. Entretanto, o resultado surpreendente da convenção que lhe tirou a legenda pela qual disputaria a reeleição, tornou impossível a sua convivência no seio tucano.

REORGANIZAÇÃO

O Partido dos Trabalhadores em Crato começa seu processo de reorganização. Com uma vereadora eleita, Mara Guedes, o PT começa a se articular, para pensar o mandato da vereadora e quais os passos da legenda no Município. O Partido dos Trabalhadores, nas últimas eleições, indicou o vice de André Barreto na disputa pela prefeitura. Passado o pleito, o partido ainda não se pronunciou publicamente sobre qualquer assunto.

APRECE

Após 40 anos, a Associação dos Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece) será presidida por uma mulher. Trata-se da prefeita de General Sampaio, Eliene Brasileiro. Um avanço, mostrando o crescimento das mulheres na política cearense.

NA DELE

Sem querer atrapalhar. Parece esse o mote do presidente da Câmara de Juazeiro do Norte Zé de Amélia Júnior (PSL). Na sessão da Câmara que debateu e aprovou as mensagens do prefeito Manoel Santana (PT), Zé de Amélia atuou de forma a colaborar com o Executivo, sem abrir polêmicas ou maiores problemas.

NEPOTISMO

A mensagem sobre o nepotismo, enviada pelo prefeito Manoel Santana (PT) para a Câmara Municipal de Juazeiro voltou para o Executivo. O vereador Tarso Magno defende que a mensagem deve ser melhorada para ser aprovada.

MISSA HOMENAGEIA JURACI MAGALHÃES

Vereadores, ex-vereadores, deputados estaduais, prefeitos, ex-secretários, além de muitos familiares compareceram a missa de 7º dia do falecimento do ex-prefeito Juraci Magalhães (PR, ex-PMDB), ontem à noite, na Catedral de Fortaleza, no Centro. Ele morreu na última quarta-feira (21), por disfunções múltiplas de órgãos, causado por um câncer de pulmão, do qual lutava contra há 11 anos. Na cerimônia, netos e o filho do ex-prefeito, Magalhães Neto, constantemente falavam do Juraci, pai e avô da família, evitando dar alguma conotação política na missa.

Celebração

O padre celebrante, Clairton Alexandrino, o mesmo que deu a unção dos enfermos a Juraci Magalhães quando este estava internado no Hospital São Mateus, destacou o caráter humilde da cerimônia feita pela família do ex-prefeito de Fortaleza. ´Ninguém viu nos bancos vários ramos de flores, e sim uma cerimônia simples. Apesar de Juraci ter sido ex-prefeito de Fortaleza, é louvável a atitude da família que preferiu mostrar o Dr. Juraci como pessoa, pai, avô, deixando claro que esta missa era uma cerimônia de celebração a Deus e não um evento de conotação política´, lembrou o pároco. Já o filho do ex-prefeito, Magalhães Neto, não conteve as lágrimas quando agradeceu a atenção de todos os familiares e amigos de Juraci no momento mais difícil do político da Capital cearense. ´Os ensinamentos dele a nossa família é que ficam, acreditar na vida apesar das dificuldades, que a gente não precisa apenas crer em Deus, mas amá-lo´, ressaltou.No final da cerimônia, uma extensa fila de pessoas para dar as condolências à família

ENCONTRO

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reúne nesta quarta-feira (28), no Palácio do Planalto, 17 governadores do Norte e Nordeste para discutir redução do analfabetismo, da mortalidade infantil, acabar com o sub-registro civil e fortalecer as ações na agricultura familiar. No encontro, que vai durar todo o dia, Lula chamará os governadores para um pacto com o objetivo de melhorar os índices de desenvolvimento social nas duas regiões. No ano passado, após a divulgação dos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domícilios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o presidente não gostou de saber que o Norte e Nordeste lideram o ranking da mortalidade infantil e analfabetismo em relação ao resto do país.

domingo, 25 de janeiro de 2009

PSDB

Pensando já nas eleições de 2010, a Executiva Nacional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) solicitou consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A legenda pretende esclarecer as condições para a realização de prévias, antes das convenções partidárias para o próximo pleito, as quais têm o objetivo de escolher os candidatos que concorrerão ano que vem. A referida agremiação, a princípio, tem dois pré-postulantes à Presidência da República, os quais são os governadores de São Paulo e Minas Gerais, José Serra e Aécio Neves, respectivamente.

Desta forma, a agremiação encaminhou, ainda em dezembro do ano passado, oito perguntas, para que o pleno do Tribunal Superior Eleitoral emita pareceres, sendo alguns destes: a data permitida para a realização de prévias partidárias, as possibilidades de propaganda intrapartidária por rádio, televisão e outdoor, o uso de página eletrônica do partido na internet para a mesma, se eleitores não filiados à agremiação podem participar das prévias? Em caso positivo, qual seria o limite da propaganda intrapartidária? Se o partido pode receber doações de pessoas físicas ou jurídicas para financiar a propaganda intrapartidária (veja o quadro completo com as perguntas, ao lado).

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Domingos Filho (PMDB), informou que após a volta do recesso parlamentar, no início da próxima semana, irá se reunir com os presidentes das comissões permanentes da Casa para definir uma agenda para cada comissão técnica.

Não somente estabelecer datas para funcionamento de cada comissão, após a eleição da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa, feita a cada dois biênios, o próximo passo é a constituição das Comissões temáticas da Casa, que somam agora 16 comissões ao todo.

Composição

No último dia 18 de dezembro, um projeto de Resolução da Assembléia foi aprovado em plenário. Ele modifica o artigo 48 do Regimento Interno da Casa, no qual criou a Comissão da Juventude, um pedido da deputada Rachel Marques (PT) que deve presidir a Comissão.

A petista já preside a Comissão de Educação, Cultura e Desporto, no qual tudo indica deverá ser presidida pelo atual vice-presidente da Comissão, deputado Artur Bruno, também do PT. Desse modo, o partido ficará com a presidência de duas comissões na Casa.

Segundo Bruno, na negociação para a composição da atual Mesa Diretora foi feito também discussões sobre as presidências das comissões, no qual ficou acertado entre os parlamentares do PT, que o partido não participaria da Mesa Diretora e teria direito a presidência de duas comissões, caso contrário, a legenda presidiria apenas uma comissão.

Bruno explica que o acordo já feito entre os parlamentares durante a composição da Mesa Diretora, será submetido a deliberação dos membros das comissões, que são indicados pelas lideranças e por votação, escolhem os presidentes das comissões. “Creio que a definição discutida na composição da Mesa Diretora será cumprida”.

Outra mudança que deve ocorrer é com a presidência da Comissão de Fiscalização e Controle. Fontes da Assembléia confirmam que o novo nome é o da deputada Ana Paula Cruz (PMDB), no lugar do deputado Sávio Pontes (PMDB).

A parlamentar que estava na Casa como suplente, foi efetivada no início deste mês, devido a renuncia de Sávio Pontes que foi eleito prefeito de Ipu.

Porém, sobre as possíveis modificações nas presidências ou membros das comissões, Domingos Filho declarou que “não enxerga muitas mudanças”. O presidente da Assembléia deixou claro que, a partir de fevereiro, todas as comissões funcionarão no Complexo de Comissões inaugurado no dia 28 de novembro.




Fontes das informações deste blog: Veja, Folha, O Povo, Diário do Nordeste, Agência Estado, Jornal do Cariri.

PC DO B

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) vai desenvolver um amplo programa de atividades, este ano, com vistas à preparação para as eleições de 2010. A programação terá como ponto alto a realização do XII Congresso Nacional da agremiação, que será realizado em novembro.

Neste mês, iniciou-se a instalação dos fóruns regionais, com a participação dos prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e dirigentes partidários.

Para marcar as filiações de algumas lideranças, o partido, em fevereiro, realizará atos públicos em diferentes regiões do Estado, sendo um destes, programado para Crateús, devendo, por todo o mês de março, acontecer uma atividade semelhante a essa em Fortaleza.

No dia sete de fevereiro, o PCdoB abre a sua programação de cursos de formação política para os filiados e dirigentes partidários, os quais . Já no dia 16, no auditório da Assembléia Legislativa, será lançada uma campanha de arrecadação de recursos para a compra de uma sede própria no Ceará.

Carlos Augusto Diógenes, presidente estadual do PCdoB, explica que, a partir de julho, os militantes da agremiação estarão envolvidos no processo de discussões para o XII Congresso nacional do partido.

CONCORRÊNCIA

Para forçar a renúncia do petista Tião Viana (AC) na corrida sucessória do Senado, o PMDB ameaça deixar o PT fora da composição da Mesa Diretora, caso o senador José Sarney (PMDB-AP) seja eleito presidente da Casa. Um dos coordenadores da campanha de Sarney adverte que a opção dos petistas pela disputa no voto vale para todos os postos de direção. Segundo ele, o comando peemedebista já está negociando os cargos para compor uma chapa completa, apenas com seus aliados. Sarney dá como certo o apoio do PSDB, a quem reservou a primeira-vice-presidência do Senado, possivelmente para o senador Marconi Perillo (PSDB-GO), além de um cargo de suplente na Mesa Diretora. O DEM, que é aliado de primeira hora, ficará com a primeira-secretaria, para Heráclito Fortes (PI), e também com a quarta-secretaria. O senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA) ficaria com a segunda-vice-presidência. O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), reuniu-se , separadamente, com Sarney e Viana. Segundo ele, o PSDB já dispõe de dados suficientes para decidir, na próxima semana, em qual dos dois votará. "Vamos partir, agora, para unificar a bancada (de 13 senadores) em torno de um nome", anunciou Virgílio, reconhecendo que há divisões.

LULA

Disposto a apresentar sua candidata à sucessão de 2010 para a maior plateia de esquerda reunida por metro quadrado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva levará a tiracolo ao Fórum Social Mundial, em Belém, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Na tentativa de consolidar a reaproximação com os movimentos sociais, ele prepara discurso sob medida para o encontro, de 27 deste mês a 1º de fevereiro, batizado de "Woodstock tropical". Lula usará a tribuna do Fórum Social para fazer um pronunciamento na linha desenvolvimentista que agrada ao PT e segue o roteiro da estreia de Dilma no megapalanque político: com estocadas nos Estados Unidos pré-Barack Obama, Lula vai dizer que, em seu governo, os pobres não pagarão a conta da crise internacional. O tom duro do discurso de Lula, que chegará a Belém na quinta-feira à noite, será reforçado por ataques à especulação financeira e defesa contundente de uma nova ordem econômica e política no mundo. Empenhado em reconquistar o público de esquerda que torce o nariz para alianças pragmáticas com o PMDB e olha com desconfiança para o Banco Central (BC), Lula vai usar o palco de Belém para criticar os ricos reunidos no Fórum Econômico Mundial, em Davos.

BARACK OBAMA

O presidente dos EUA, Barack Obama, reconheceu nesta sexta-feira, 23, que seu governo e os congressistas discordam em alguns dos detalhes do pacote de recuperação econômica de US$ 825 bilhões que vem sendo elaborado pelo Congresso, mas disse que o governo está no caminho para completar a legislação até o Dia do Presidente, 16 de fevereiro. "Estamos experimentando uma crise econômica, talvez, sem precedentes que precisa ser tratada", afirmou Obama em breves comentários a repórteres antes de um encontro com líderes congressistas dos dois partidos. "Francamente, as notícias não têm sido boas."

INVESTIMENTOS

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, tem prometido a interlocutores do governo apresentar "um pacotaço" de investimentos no setor de energia. Ele não tem revelado o montante de investimentos, mas disse a esses interlocutores que "todo mundo vai se surpreender" com o anúncio, previsto para hoje à noite, no Rio de Janeiro,do Plano Estratégico da estatal que prevê investimentos para o período de 2009 a 2012. Uma fonte do setor disse que o Plano Estratégico da Petrobrás "vai jogar pesado" na construção de refinarias de petróleo e no desenvolvimento da chamada camada do pré-sal, que representa uma área com grande potencial de exploração de petróleo. O conselho de Administração da Petrobrás está reunido neste momento, no Palácio do Planalto, para aprovar o Plano Estratégico.

INFLAÇÃO

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) foi de 0,40% em janeiro, ante a taxa de 0,29% em dezembro de 2008, conforme o IBGE. Com este resultado, a inflação acumulada no período de 12 meses é de 5,79%. O principal impacto no índice de janeiro foi exercido pelas tarifas dos ônibus urbanos, com alta de 2,35% e impacto de 0,09 ponto porcentual. Em Fortaleza, a inflação medida pelo IPCA-15 foi de 0,27% em janeiro, frente a taxa de 0,24% registrada no mês anterior. Entre as capitais pesquisadas no País, Belém foi a que apresentou a maior taxa neste mês, alcançando o índice de 1,01%. Em dezembro, a inflação medida foi de 0,44%.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

HERANÇA DE RAIMUNDÃO



O ex-prefeito de Jauzeiro do Norte, Raimundo Macedo, deixou uma dívida alta para seu sucessor, Manoel Santana (PT) pagar. Essa dívida deve prejudicar investimentos e gastos em áreas estratégicas do governo, neste início do mandato de Santana.








Já apontávamos neste blog as dificuldades do prefeito de Juazeiro do Norte. Manoel Santana, ontem, durante encontro para discutir a Operação Romeiro, falou da “herança”, deixada por Raimundo Macedo , ex-prefeito. Ele falou em algo em torno de seis a oito milhões de reais. Os restos a pagar, que pesam sobre qualquer administração que está começando. Fruto da irresponsabilidade de gestores, esses restos a pagar deveriam ter um maior monitoramento pro parte do tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O prefeito de Juazeiro aproveitou a presença da imprensa para pedir paciência à igreja e aos setores organizados da sociedade para as poucas verbas que serão disponibilziadas. Santana pretende fazer uma operação romeiro estruturante, mas está de mãos atadas. Ele anunciou que já se reuniu com o govenro od Estado par aocnclusão do Centro de Apoio aos Romeiros e uma plano de requalificação da área do Luzeiro, hoje, completamente abandonada.

RESTOS.....

Restos a pagar lembra o que aconteceu em Crato, em 2005, quando o prefeito Samuel Araripe (PSDB) herdou de Walter Peixoto (PMDB) um restos a pagar de quase 5 milhões de reais. Essa herança maldita depois, segue esquecida pelos órgãos fiscalizadores. Deveria existir uma lei para os políticos que cometem irregularidades, serem proibidos de disputar cargos públicos. O cinismo de alguns políticos é incrível. Tem gente que comete irregularidade em cima de irregularidade.

HERANÇAS MALDITAS



Walter Peixoto, Raimundo Macedo e até Carlos Cruz (PP), deixaram heranças pesadas para seus sucessores. Dívidas que atingem milhões, e o gestor que fica tem que pagar a conta, sob pena de não conseguir fazer convênios. Para quem não sabe a prefeitura que estiver inadimplente, não consegue assinar convênios com os governos estadual e federal. Se as obras não vierem, a gestão corre um sério risco de se transformar em um fiasco. A conta é paga pelo gestor que fica. O prejuízo político fica também com quem assume o lugar do que fez a besteira.

CONTROLE




O deputado estadual Sineval Roque (PSB) tem uma postura estranha. Não quis ser candidato a prefeito com a desculpa de que iria apoiar Walter Peixoto. Nunca explicou direito esse equívoco político que cometeu e que o colocou no limbo da política cratense. Samuel Araripe, hoje, atua sem oposição, livre, leve e solto. O único problema que terá será com a vereadora Mara Guedes (PT), que antes das eleições se reuniu com Walter Peixoto. Mesmo assim, Mara é pessoa responsável e deve fazer uma oposição responsável, sem apelações, é o que ela tem dito nos bastidores. A oposição de Mara será construtiva. Já Sineval Roque não explicou ainda como perdeu a disputa pela mesa diretora da Câmara do Crato. Perdeu o controle de sua base e se refugiou em outros lugares. Sumiu do Crato.

FALTAS




Em ano de "recesso branco" na Câmara - quando muitos deputados federais faltaram às sessões deliberativas para fazer campanha política nos municípios -, o número de ausências no plenário da Câmara aumentou em 2008. Levantamento divulgado nesta quarta-feira (21) pelo site Congresso em Foco, com informações da Secretaria Geral da Mesa, mostra que houve uma média de 16% de ausências dos parlamentares em sessões da Casa, 3 pontos porcentuais superior à média de 13% constatada em 2007. De fevereiro a dezembro de 2008, período de funcionamento da Câmara, foram registradas 7.643 faltas nas sessões destinadas a votação. Desse total, 1.666 não foram justificadas pelos deputados ausentes.

Em comparação com 2007, também aumentou o número de parlamentares que faltaram a mais de um quarto das sessões deliberativas. Dos 513 deputados que compõem a Casa, 93 tiveram participação menor que 75% da sessões, 18 parlamentares a mais do que em 2007. Desse grupo de 93 deputados, 24 eram candidatos a prefeito ou a vice-prefeito. Caso os deputados fossem alunos, e não parlamentares, cerca de um quinto deles estaria reprovado por faltas, segundo a Lei de Diretrizes Educacionais do Ministério da Educação (MEC).

Os deputados que mais faltaram foram Alberto Silva (PMDB-PI), Carlos Wilson (PT-PE), Custódio Mattos (PSDB-MG), Nice Lobão (DEM-MA) e Ciro Gomes (PSB-CE). O deputado mais idoso da Câmara, Alberto Silva (PMDB-PI), de 90 anos, não participou de cerca de 87% das reuniões do plenário, faltando em 83 das 96 sessões. A assessoria do parlamentar atribui o elevado número de faltas a problemas de saúde.

Segundo o regimento da Câmara, os deputados que estiverem ausentes a mais de um terço das sessões, sem justificativa, estão sujeitos à perda de mandato, como aconteceu com os peemedebistas Felipe Cheidde (SP) e Mário Bouchardet (MG), em 1989. Entre os principais motivos justificados para as ausências os mais usados foram viagens ou saídas em missões oficiais. Quem menos justificou as faltas foi o deputado Wladimir Costa (PMDB-PA), com 26 ausências ainda não esclarecidas.

Presença

Já o número de parlamentares que compareceram a todas as 96 sessões deliberativas aumentou. Foram 16 deputados, nove a mais que em 2007: Antônio Bulhões (PMDB-SP), Beto Faro (PT-PA), Eliene Lima (PP-MT), Emanuel Fernandes (PSDB-SP), Flávio Bezerra (PMDB-CE), Gustavo Fruet (PSDB-PR), Jofran Frejat (PR-DF), Leonardo Vilela (PSDB-GO), Manato (PDT-ES), Mauro Nazif (PSB-RO) Paulo Rocha (PT-PA), Pedro Chaves (PMDB-GO), Pedro Fernandes (PTB-MA), Pedro Wilson (PT-GO), Roberto Santiago (PV-SP) e Tadeu Filippelli (PMDB-DF).

SÉRGIO GUERRA

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), se reuniu nesta quarta-feira (21) com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB) na tentativa de apagar o incêndio causado pela escolha do ex-governador Geraldo Alckmin para compor o secretariado de José Serra, em São Paulo. A manobra política do governador paulista tiraria de Aécio, eventual adversário em uma disputa interna no partido para a indicação a candidato às eleições presidenciais de 2010, o único apoio que teria dentro do PSDB de São Paulo. "Não há nenhuma tentativa de isolar ninguém, muito menos o governador de Minas Gerais, que não depende disso", enfatizou Sérgio Guerra. Para ele, a escolha de Alckmin para compor o governo de São Paulo, como secretário de Desenvolvimento, seria uma tentativa de unificar o PSDB paulista. "É uma coisa própria e administrativa de São Paulo, e política porque foi feita entre políticos. Guerra enfatizou que o partido ainda não possui candidato e no momento não tem nenhuma preferência entre os nomes de Serra e Aécio. "Temos a convicção de que podemos ganhar com Aécio ou com Serra, mas este foi um episódio claramente paulista que não tem nada a ver com a questão do PSDB nacional.

Diário do Nordeste

MORRE JURACI MAGALHÃES



Sob a fina chuva de uma quarta-feira bastante cinzenta, o corpo do ex-prefeito de Fortaleza, Juraci Magalhães, foi sepultado no cemitério Parque da Paz, por volta das 18 horas de ontem. O último boletim médico divulgado pelo hospital São Mateus – onde o político se encontrava internado desde a última quinta-feira, dia 15 – informou que Juraci faleceu às 10 horas devido a disfunções múltiplas de órgãos. “Ele lutou muito contra a doença. Não foi por falta de luta. Foi cansaço”, disse, com a voz embargada, o filho Magalhães Neto. O movimento de pessoas em torno do caixão chegou a atrapalhar os funcionários do local, o que gerou empurra-empurra em alguns momentos. Emocionada, a viúva Zenaide Magalhães não conseguiu acompanhar todo o sepultamento.

Nos últimos dias, Juraci foi mantido sedado na UTI, onde respirava com ajuda de aparelhos, sob efeito de analgésicos. “Não era para ele ter morrido assim. Ele achava que a cidade ainda não havia o reconhecido pelo que tinha feito”, lamentou o vereador Carlos Mesquita (PMDB), que por oito anos foi líder do ex-prefeito na Câmara Municipal.

Foi também na sede do Legislativo que familiares, amigos e dezenas de autoridades cearenses se despediram de Juraci, num tumultuado velório que durou toda a tarde. Lideranças comunitárias – algumas segurando fotos e quadros com o rosto do ex-prefeito – fizeram coro às orações e músicas religiosas entoadas no decorrer da solenidade.

Distante do caixão e com lágrimas nos olhos, Mesquita lembrou emocionado a última visita que fez ao amigo, no fim de dezembro. “Ele estava triste e me disse: ‘Rapaz, quando você está no poder, você é uma coisa. Depois que sai, vira nada. Antes, minha casa vivia lotada. Hoje, ficam aí me criticando’”, relatou o vereador, acrescentando que, mesmo sendo aliado da atual prefeita Luizianne Lins (PT), continuará defendendo os feitos de Juraci.

Também estiveram presentes no velório os personagens históricos do PMDB: o ex-deputado federal Paes de Andrade e o deputado federal Mauro Benevides. “No sábado, fui ao hospital visitá-lo. Só consegui trocar alguns acenos com ele. Mas ele vai se projetar a partir de agora como um homem que lutou muito por Fortaleza”, disse Benevides.

Além de amigos, o auditório do Legislativo reuniu também antigos desafetos políticos que, ontem, esqueceram o passado de desavenças. Esperada para compor esse bloco, a prefeita Luizianne não compareceu. Entretanto, figuras ligadas à petista ressaltaram que “independente de convicções políticas e ideológicas, é uma perda”, atentou o vereador Acrísio Sena (PT).

Ele recordou os embates travados com Juraci, quando presidia a Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Ceará. “Eu não acho legítimo fazer oposição a vida toda e, quando chega nessas horas, dizer que foi tudo maravilhoso”, afirmou.

Menos imparcial foi a senadora Patrícia Saboya (PDT), que chegou ao velório por volta das 17 horas com os olhos mareados. Ela disse que, apesar de ter sido adversária de Juraci, conserva “um grande respeito” pelo ex-prefeito. A pedetista revelou que, durante a campanha eleitoral de 2008, Juraci a procurou para uma conversa que durou cerca de quatro horas. “Foi a única vez que nós conversamos pra valer. Ele queria me dar umas dicas para a cidade”, contou, acrescentando que considera “positivo” o legado que Juraci deixou para a cidade.

A morte de Juraci foi causada pelo agravamento do quadro de pancitopenia, diminuição das células sangüíneas compromete a imunidade do paciente. O problema se deu por conta de câncer de pulmão, com metástase para o fígado. Juraci teve câncer diagnosticado há 12 anos, quando estava no início de seu segundo mandato como prefeito, em 1997. No ano seguinte, ele foi considerado curado. Em 2008, a doença reapareceu.

O Povo

RECURSO

O Ministério Público Eleitoral de São Paulo (MPE) entrou nesta quarta-feira (21) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com recurso pedindo a cassação do deputado estadual Celso Giglio (PSDB). O MPE acusa Giglio de ter comprado votos nas eleições estaduais de 2006. Em 2007, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) julgou a ação improcedente. Segundo testemunhas, o tucano pedia, em almoços e jantares promovidos e pagos pelo então candidato, que os participantes votassem nele. A defesa do deputado argumenta que os encontros foram financiados por correligionários em sua homenagem. Pela interpretação do TRE-SP, não foram apresentadas provas suficientes de compra de voto. Mas o MPE afirma que tais refeições foram pagas pelo deputado e declaradas em suas contas à Justiça Eleitoral. O recurso deve ser julgado em março.
Diário do Nordeste

REUNIÃO

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu com a candidata derrotada à prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy (PT), e com os ex-prefeitos de Recife João Paulo (PT) e de Belo Horizonte Fernando Pimentel (PT). Na conversa, Lula apelou para que eles ajudem na realização da reunião com todos os prefeitos nos dias 10 e 11 de fevereiro, em Brasília. O objetivo é definir parcerias entre União, Estados e municípios. Interlocutores do governo insistem em afirmar que Lula conversou com eles também sobre a possibilidade de incluí-los na sua equipe. Pimentel seria designado para a presidência do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, enquanto João Paulo se tornaria assessor especial da Presidência da República. Porém, os ex-prefeitos negam que tenham recebido convites para desempenhar as novas funções. Em conversas com interlocutores, eles disseram ter sido chamados no Palácio do Planalto para opinar sobre as relações com os prefeitos e os governadores.

Folha

DISPUTA

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse nesta quarta-feira que os senadores do PMDB deveriam se preocupar com a candidatura do deputado Michel Temer (PMDB-SP) à presidência da Casa antes de lançar o senador José Sarney (PMDB-AP) na disputa. Com a possibilidade de Sarney tirar votos de Temer, Chinaglia disse que os senadores não podem agir como se estivessem em uma "estrada de sentido único". "Após a decisão do PMDB do Senado, as atenções se voltam para a Câmara. Eu penso que tinha de ser o contrário. O acordo na Câmara existe há dois anos. A cobrança tem que ser feita no Senado", afirmou. Parlamentares petistas ameaçam abandonar a candidatura de Temer porque são contrários à eleição do PMDB para os comandos da Câmara e do Senado. O PT prometeu apoiar Temer para cumprir o acordo firmado com o PMDB em 2006, que garantiu a eleição de Chinaglia.
Folha

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

BARACK OBAMA TOMA POSSE



Em seu primeiro discurso oficial como 44º presidente dos Estados Unidos, Barack Hussein Obama pediu aos americanos o início de ‘‘uma nova era de responsabilidade’’ em suas vidas e um novo papel para o país no mundo, baseado na cooperação e no diálogo.

O novo presidente fez um apelo pelos valores fundamentais dos EUA para começar um novo capítulo na história americana. Ele também anunciou ‘‘o fim da era das queixas mesquinhas’’ e ‘‘das falsas promessas’’. Em seu discurso de posse, afirmou ainda que o povo americano optou ’’pela esperança em lugar do medo, pela unidade frente ao conflito e a discórdia’’.

‘‘Neste dia, proclamo o fim das queixas mesquinhas e das falsas promessas, das recriminações e dos dogmas desgastados que durante tanto tempo estrangularam nossa política’’, disse diante de mais de dois milhões de pessoas. Em um emotivo discurso, o novo presidente dos EUA disse ainda que o país continua sendo ‘‘a nação mais próspera e poderosa da Terra’’, embora tenha alertado para os inúmeros desafios que seu governo tem pela frente.

O novo presidente também reiterou sua promessa de reativar a economia, ‘‘não só mediante a criação de novos empregos, mas também estabelecendo bases para o crescimento’’. Obama disse que é necessária uma ação ‘‘atrevida e rápida’’. ‘‘Construiremos as estradas e as pontes, as redes elétricas e as linhas digitais que alimentam nosso comércio e nos unem’’, disse.

No terreno internacional, o novo presidente americano quis marcar uma mudança em relação à administração de George W. Bush. ‘‘A todos os povos e governos que estão nos vendo hoje, desde as maiores capitais ao pequeno povoado onde meu pai nasceu (no Quênia): Saibam que os Estados Unidos são um amigo de cada nação e de cada homem, mulher e criança que busca um futuro de paz e dignidade, e que estamos prontos para ser líderes mais uma vez’’, afirmou.

Obama ofereceu ‘‘um novo caminho à frente’’ ao mundo muçulmano.

‘‘Aos que se apegam ao poder através da corrupção e do engano e silenciando a dissensão, saibam que estão do lado errado da história, mas que estenderemos a mão se estiverem dispostos a abrir o punho´, disse Obama, em referência aos regimes autoritários do Oriente Médio.

EFEITO POSITIVO
Analistas aprovam discurso inicial

Nova York. Enquanto o presidente Barack Obama almoçava com senadores e deputados no Capitol Hill, líderes americanos davam suas opiniões sobre ele e sobre o novo governo. As repercussões de seu discurso de posse foram positivas. Colin Powell, ex-secretário de Estado, disse estar presenciando uma cena histórica. ‘‘É um sonho que virou realidade, mas que foi conquistado por um homem inteligentíssimo, capaz, que, por um acaso, é negro’’, disse Powell.

‘‘Quando Marin Luther King Jr. pronunciou um de seus primeiros grandes discursos, o presidente John F. Kennedy, que viu pela televisão, disse ´este homem é bom, muito bom mesmo´. Tenho certeza que, do céu, tanto JFK quando MLK estão dizendo o mesmo sobre o discurso de Obama’’, disse Paul Begala, conselheiro do ex-presidente Bill Clinton.

Stephen Schlesinger, especialista em política externa, afirma que ‘‘Obama ecoou o presidente Truman, quando este tratou da criação da ONU’’. ‘‘Truman alertou para a necessidade do uso da diplomacia no mundo pós-Segunda Guerra Mundial. Obama fez o mesmo, quando disse que os EUA devem enfrentar seus inimigos não apenas como armas, mas com a convicção das palavras e a firmeza de suas alianças. Que mudança dramática estamos presenciando: o novo presidente renova as tradições internacionalistas de Wilson, F. D. Roosevelt, Truman, JFK e Bill Clinton’’, declarou.

O escritor Christopher Buckley afirmou que ‘‘foi um discurso excelente’’ e que Obama ‘‘foi brilhante ao citar Washington e não Lincoln’’. ‘‘Brilhante a parte em que ele disse que ofereceremos as mãos para os que nos mostrarem um punho cerrado’’, disse Buckley. ‘‘Mas o que de fato lembraremos para sempre é a frase em que ele disse que ´começando hoje, precisamos sacudir a poeira, levantar a cabeça e começar o trabalho de reconstruir a América’’.

O jornal The New York Times, diário mais influente dos EUA, estampou em caixa-alta: ‘‘Presidente Obama promete Era de Responsabilidade nos EUA’’. O destaque de seu discurso, para o jornal, foi a frase ‘‘Nós temos um dever para conosco, com nossa nação e com o mundo. Dever que não recebemos com rancor, mas recebemos com prazer’’.

Chris Cillizza, colunista do The Washington Post, diz que ‘‘foi um discurso sombrio e sério’’. ‘‘Sua retórica, especialmente quando falou dos americanos comuns do passado e de seus sacrifícios pelas gerações futuras, foi poderosa. E deixou bem nítida a diferença com o governo Bush ao afirmar que ´nós rejeitamos como falsa a escolha entre nossa segurança e nossos ideais´. Foi um discurso poderoso’’, indicou o diário.

NAS ENTRELINHAS
Dissidentes vêem sinais a Cuba

Havana. Dissidentes cubanos assistiram ontem, no Escritório de Interesses dos Estados Unidos em Havana (Sina), à transmissão pela TV da posse presidencial de Barack Obama, em cujo discurso houve alusões a Cuba e uma mensagem para que as autoridades da ilha ‘‘meditem’’.

‘‘O mais importante é ter assistido à manutenção da democracia mais antiga das Américas’’, declarou o líder da Comissão Cubana de Direitos Humanos (CCDHRN), Elizardo Sánchez, um dos convidados à reunião organizada pela Sina para acompanhar a posse ao vivo.

De acordo com Sánchez, o novo presidente enviou ‘‘claras mensagens de advertência àqueles que fazem o mal, e também mensagens encorajadoras para que os que fazem o bem’’. ‘‘Fez alusão a Cuba, a meu modo de entender, quando falou daqueles que perseguem dissidentes’’, disse.

O discurso de Obama, que foi ovacionado pelos convidados na sede da Sina, entrará para a história como um ‘‘clássico da política’’, segundo afirmou o economista Óscar Espinosa, um dos 75 opositores presos em 2003, e agora com licença para ficar em liberdade por motivos de saúde. ‘‘Recomendaria a todos os cubanos, mas muito especialmente às autoridades cubanas, que leiam, meditem, porque Obama é um exemplo de bom governante, de homem valente, sobretudo’’. ‘‘Os cubanos devem entender que Obama pode criar melhores condições para o triunfo da democracia em nosso país, mas a responsabilidade recai sobre os ombros dos cubanos’’, afirmou.

Diário do Nordeste





DESAFIOS DE SANTANA

Um desafio para o prefeito de Juazeiro do Norte Manoel Santana (PT): dar um jeito na situação caótica que fica Juazeiro durante as romarias. A herança deixada pela gestão do ex-prefeito Raimundo Macedo não é muito boa. Aliás, é bom que se diga que os prefeitos anteriores à Santana deram pouca atenção aos problemas urbanos da cidade. Uma terra com a mobilidade que tem Juazeiro tem que ter sempre uma preocupação com seus problemas urbanos. A poluição visual e sonora, espaços públicos para grandes aglomerações, melhoria na rede de hotéis, ranchos e pousadas e a reforma do aeroporto, só para começar, são alguns dos eixos que devem ter a atenção do novo prefeito da terra de padre Cícero.

BARBALHA

O prefeito José Leite (PT) está trabalhando com discrição. Não é de falar muito, nem dar muita entrevista. Mas, quando fala, o faz com propriedade. Ainda repercute denúncias feitas por José Leite com relação à situação financeira do Município de Barbalha. As dívidas deixadas pelo ex-prefeito Rommel, de acordo com José leite, prejudicam o município. Rommel contesta que tenha deixado dividas que possam comprometer a saúde financeira da cidade.

GARIBALDI ALVES

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), desistiu nesta terça-feira (20) de tentar a reeleição, devido à praticamente certa candidatura do senador José Sarney (PMDB-AP) à presidência do Senado no biênio 2009-2010. Segundo o senador, ele desistiu de entrar na disputa porque a candidatura de Sarney tem menos riscos jurídicos. “A candidatura dele [de José Sarney] não apresenta o menor risco jurídico, diferente da minha, que tem um certo risco”, admitiu o senador Garibaldi Alves, em entrevista, por telefone, à Agência Brasil. Garibaldi Alves disse que, na quarta-feira da próxima semana (28), a bancada do PMDB vai se reunir, ocasião em que poderá ser oficializada a candidatura de José Sarney. Garibaldi disse que conversou rapidamente nesta terça, por telefone, com Sarney. Ele relatou que Sarney disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficará neutro nas eleições do Senado e da Câmara dos Deputados.

TIÃO VIANA

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP), afirmou que gostaria de obter o apoio do PMDB à eleição do candidato do PT à presidência do Senado, Tião Viana (PT-AC), e ressaltou que a disposição do senador José Sarney (AP) de disputar o cargo não removerá a candidatura de Viana. "Não tem nenhuma razão para alterar a trajetória", disse Berzoini, em entrevista à Agência Estado. "E nós esperamos ganhar", acrescentou. O presidente do PT reconheceu que tanto Sarney quanto Viana são candidatos da base do governo. Contudo, ele apontou que este é um "problema do Congresso" e o Planalto não deverá entrar nessa discussão. "Não existe postura do Planalto para apoiar o candidato A, B ou C", emendou. Para Berzoini, a candidatura de Sarney à presidência do Senado não altera o acordo entre PT e PMDB na Câmara, feito por ocasião da eleição do deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) à liderança da Casa, em 2007. "São eleições diferentes", avaliou. E ressaltou que gostaria de contar com o apoio dos peemedebistas a Tião Viana no Senado, da mesma maneira como os petistas estão apoiando Michel Temer na Câmara. "É óbvio que gostaríamos de ter o apoio do PMDB", apontou.

JURACI MAGALHÃES

O estado de saúde do ex-prefeito Juraci Magalhães piorou ontem. De acordo com boletim médico divulgado no início da noite, nas 24 horas anteriores, as funções cardio-respiratórias e renais se agravaram. Juraci está internado na UTI do Hospital São Mateus, respirando com ajuda de aparelhos, sedado e sob efeitos de analgésicos.
O boletim médico foi entregue à imprensa pelo filho do ex-prefeito, Magalhães Neto. Visivelmente abalado, ele teve uma rápida conversa com os jornalistas que faziam plantão em frente ao hospital e limitou-se a confirmar que o estado de saúde do pai é muito crítico. No fim da tarde de ontem, o vereador Marcus Teixeira (PMDB) visitou Juraci. Marcus tratou o ex-prefeito como um “campeão”, referindo-se ao fato dele ainda estar resistindo à doença. Há 12 anos Juraci Magalhães luta contra um câncer no pulmão, que chegou a ser considerado curado em 1998. Ele está internado desde a última quinta-feira. Na segunda-feira o ex-prefeito chegou a receber a unção dos enfermos. Juraci também recebeu a visita do ex-prefeito Antônio Cambraia (PMDB). Secretário de Finanças da primeira gestão Juraci e indicado por ele para concorrer a prefeito em 1992 - apoio que foi determinante para que chegasse ao cargo - Cambraia saiu às pressas do hospital e não quis falar com a imprensa. Disse apenas que o momento era muito ruim e não queria comentar nada. Dona Zenaide Magalhães, esposa de Juraci, chegou ao hospital no fim da tarde. Ela entrou apressadamente, também sem falar muito. Juraci foi prefeito de Fortaleza durante dez anos, em períodos alternados. A última eleição que disputou foi para deputado federal em 2006, sem sucesso. (Jorge Macedo, especial para O POVO)

GERALDO ALCKIMIM

Aliados do ex-governador Geraldo Alckmin iniciaram o dia seguinte ao anúncio da sua escolha para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo em campanha aberta para que ele retorne ao Palácio dos Bandeirantes, em 2010. Representantes do grupo de Alckmin deixaram de lado a cautela do agora secretário - que ontem evitou falar em política - e assumiram a postura de cabos eleitorais. "O Geraldo é um nome fortíssimo para a sucessão do governador (José) Serra, o qual deve liderar a campanha do partido e uma ampla aliança para a Presidência da República", disse o deputado federal Duarte Nogueira (PSDB-SP), ex-secretário da Agricultura de Alckmin entre 2003 e 2006. Pela escolha de Alckmin, Serra foi tratado como "unificador do partido em São Paulo", após o racha durante as eleições municipais de 2008. À época, Alckmin insistiu em ser candidato, enquanto o governador apoiou seu sucessor na prefeitura paulistana, Gilberto Kassab (DEM), reeleito para o cargo. "Serra teve um gesto de respeito ao convidar o Geraldo e de unidade partidária do PSDB em São Paulo", afirmou Nogueira. "Por sua vez, o Geraldo mostrou que não há ressentimento", completou o deputado.

CRISE

O embaixador da Itália, Michele Valensise, evitou os jornalistas após se reunir na tarde desta terça-feira (20) com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, em audiência pautada pelo processo de extradição contra o escritor italiano Cesare Battisti. Valensise deixou o tribunal por uma saída privativa e a assessoria de imprensa do STF informou que Mendes também não faria qualquer comentário sobre a visita. O governo italiano estuda ingressar com uma ação no STF contra a decisão unilateral do ministro da Justiça, Tarso Genro, que concedeu refúgio político a Batttisti na última semana. O ministro contrariou o parecer do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), que havia negado por 3 votos a 2 o pedido em favor do escritor . Battisti foi condenado em seu país de origem à prisão perpétua em duas sentenças, pela suposta autoria de quatro assassinatos, entre 1977 e 1979. Na época, o escritor militava na extrema esquerda da Itália, vinculado ao grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC).

O Povo

ENCONTRO DO PDT

Na próxima sexta-feira a executiva regional do PDT irá se reunir para começar a elaborar um calendário de atividades do partido para esse ano. A informação é do presidente estadual da sigla, André Figueiredo. Ele deixa claro que até o final do ano o partido quer estar organizado nos 184 municípios cearenses para a eleição de 2010. Para isso, o diretório regional irá realizar até abril desse ano, segundo Figueiredo, encontros em todas as regiões do Estado para debater o desempenho da legenda nas eleições passadas e planejar as eleições do próximo ano. Figueiredo afirma que os encontros regionais contarão com a presença de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos eleitos. Será um momento, destaca ele, para definir a quantidade de candidatos para a disputa proporcional, deputado estadual e federal, e a viabilidade para a disputa ao Senado.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Aos amigos e leitores deste blog...





Olá amigos do blog, desculpe os dias sem postar notícias, comentários ou informações, é que tivemos muito trabalho nos últimos tempos, e tivemos que nos ausentar um pouco do nosso blog. A falta de tempo, entretanto, não é de todo ruim, pois temos novidades.

No último sábado, estreamos o programa Cariri Agora, na Rádio Araripe AM. O programa, um noticioso semanal, começa ao meio-dia, indo até às 13 horas, com entrevistas, debates, notícias, enfim, muita informação.

Ao mesmo tempo, desde ontem, já estamos postando muitas informações no blog Cariri Agora, e pedimos aos amigos que leiam este blog, e em seguida entrem no Cariri Agora, que faremos uma ponte com o programa no rádio.

Assim, este blog ficará mais centrado nas notícias políticas gerias e do Cariri. Aqui teremos comentários, notícias, entrevistas, e por aí vai. No blog Cariri Agora postaremos diariamente notícias variadas. No mais, é que você, amigo leitor, continue conosco, todos os dias, que esperamos oferecer boas informações.
Não esqueça, todas as terças-feiras, você tem acesso as notícias políticas publicadas no Jornal do Cariri, e no domingo o conteúdo de minha coluna “Cariri”, publicada no Jornal O Povo.

Obrigado pela atenção, e desejo a todos uma boa leitura.

Notinhas políticas no Cariri

Novo tempo em Juazeiro

O triste modelo da administração de Raimundo Macedo onde imperava o nepotismo é hoje apenas uma página a ser esquecida na história política de Juazeiro do Norte. O novo prefeito Manoel Santana baixou uma lei a ser aprovada pela Câmara Municipal proibindo o nepotismo em todos os níveis do Governo. Nada de parentes. Nada de nomear familiares sem formação para cargos de confiança. É uma nova era que se inicia na administração de Juazeiro do Norte. E que os outros prefeitos do Cariri sigam esse exemplo de Santana.

Contas que não fecham

Decorridos vinte dias do término de seu mandato, o prefeito Raimundo Macedo não entregou até agora o balanço financeiro de sua administração. Entre os aliados de Raimundão, o comentário se repete: está complicado fechar o balancete, equilibrando entradas e saídas. Essa prestação de contas se não for bem feita e não for aprovada pode tornar Raimundão inelegível para a disputa de uma vaga a Câmara Federal.

Cenário bem complicado

Os deputados Arnon Bezerra e Manoel Salviano vão ter que trabalhar muito para assegurar suas reeleições. Em 2010, o PSDB de Salviano estará coligado com o DEM de Moroni Torgan, o PTB de Arnon Bezerra e o PPS. Essa aliança terá no máximo dez fortes candidatos - Moroni Torgan, Edson Silva(DEM), Salviano, Raimundo Matos(PSDB), Carlos Matos(PSDB), Gonzaga Mota(PSDB), Luiz Pontes(PSDB), Vanderlei Pedrosa(PTB), Rommel Feijó(PTB) e Arnon Bezerra(PTB) - para conseguir eleger entre quatro e seis deputados federais. Moroni é o cotado para ser o mais votado e as outras vagas restantes serão disputadas voto a voto.

Raimundão perto do PMDB

O ex-prefeito Raimundo Macedo estaria disposto a se filiar ao PMDB apesar de não impor suas exigências ao partido no Ceará. Raimundão vira peemedebista mas não irá controlar o PMDB em Juazeiro do Norte. No município, o controle permanecerá nas mãos do secretário Eraldo Oliveira por imposição do deputado federal Eunício Oliveira. Insatisfeito, Raimundão queria ser dono da legenda pois sonha em ser novamente candidato à prefeitura de Juazeiro em 2012. A sucessão de Santana é um assunto que não entra em pauta agora, apesar da dubiedade das posições do PMDB juazeirense. É que os dirigentes do partido no Município estão engajados no apoio à administração de Manoel Santana, mas contraditoriamente os aliados de Santana acusam a FM Tempo de propriedade do deputado federal Eunício Oliveira de ser hoje a voz da oposição em Juazeiro do Norte. Raimundão ingressa no PMDB, se assim decidir, sabendo que fazer política no partido, é sempre complicado e ch eio de nuances.


Fugindo do Cariri

Nas pegadas do deputado Arnon Bezerra que expandiu com sucesso suas bases eleitorais para todas as regiões do Ceará, Raimundo Macedo não quer correr riscos na sua primeira campanha à Câmara Federal. Após fechar aliança para ser votado em Ubajara, Raimundão negocia com o prefeito de Guaraciaba do Norte, Dr Egberto Martins. O obstáculo a esse acordo é que Raimundão anda falando mal do PSDB e não poupa nem mesmo seu ex-grande amigo o senador Tasso Jereissati. Assim, não será surpresa se a tucanada proibir o prefeito de Guaraciaba de votar em Raimundão. Se ingressar no PMDB, para ser eleito Raimundão precisará de no mínimo 100 mil votos. O PMDB estará coligado com PT, PSB,PP e PRB. Essa coligação deve eleger entre 10 e 13 deputados federais, mas tem 23 fortíssimos candidatos, numa disputa eleitoral que se prenunciada acirrada para quem sonha em tomar posse a 1o de Janeiro de 2011 em Brasília.

Troca-troca na família Oliveira

A prefeita Dena Oliveira, de Lavras da Mangabeira, bem que gostaria de bancar a candidatura de seu filho - Daniel Oliveira - a uma vaga de deputado estadual no ano que vem. Mas, quem dá a palavra final sobre eleições em Lavras é seu irmão, o deputado federal Eunício Oliveira. Assim, o mais provável candidato da família Oliveira à Assembléia Legislativa é o sobrinho de Dena, o médico Ildsen Oliveira. Bem relacionado e respeitado não somente no Município, mas também nas cidades vizinhas, Ildsen também se credencia antecipadamente como o nome mais forte para suceder a tia, na prefeitura daqui a quatro anos.

O despreparo de Ely

Excelente defesa deputado Ely Aguiar! Somente assim poderia me expressar sobre suas injúrias contra a minha pessoa. Sem ter como atestar seus bons antecedentes na suspeita reforma da praça Siqueira Campos, agride este colunista. Um método velho para impedir a limpeza do festival de lama que atingiu o patrimônio histórico do Crato. Não tenho a pretensão nem o objetivo de conseguir que todos pensem exatamente do meu modo no dia-a-dia do Crato, mas no caso específico da praça Siqueira Campos é voz unânime que ali foi praticado um crime contra o Município. E ao invés de me atacar, que sequer sou personagem nessa história de desmandos e agressões ambientais, o mais correto seria dar explicações e assumir publicamente o compromisso de impor a construtora Proserv a realização da reforma prometida e não executada. Deputado Ely, como dizia o velho colunista Ibraim Sued, no tempo de Maysa, os cães ladram e a caravana passa.


Disse me disse

•O presidente da Câmara de Juazeiro, Zé de Amélia, não será candidato a Assembléia Legislativa. Permanecerá como vereador.
•Zé de Amélia também está decidido a votar em Arnon Bezerra para deputado federal além de continuar apoiando a administração do prefeito Manoel Santana.
•Deputado José Guimarães deve substituir Arnon Bezerra na coordenação da bancada federal do Ceará. Uma troca que garante uma proteção aos interesses do Cariri em Brasília
Desculpe a ignorância, por que o deputado Ely Aguiar fica tão nervosinho quando se fala mal da construtora Proserv que deu cheque sem fundo e destruiu a histórica praça Siqueira Campos?


Coluna política escrita pelo jornalista Donizete Arruda, na edição de hoje, 20/01/09, do Jornal do Cariri

Praça inacabada: Samuel reconhece erros e retém dinheiro da obra



O prefeito do Crato, Samuel Araripe (PSDB), foi procurado pela reportagem do JC para falar sobre quais motivos decidiu liberar apenas R$ 33.000,00 para a reforma da Praça Siqueira Campos, feita pela empresa Proserv, mediante recursos oriundos do Governo do Estado e conseguidos via emenda parlamentar pelo deputado estadual Ely Aguiar (PSDC). Samuel, que se recusou durante a semana atender às ligações da nossa reportagem, para explicar por quais razões reteve parte do dinheiro para pagamento das obras, tem procurado neutralizar a repercussão negativa da reforma da Praça Siqueira Campos. Ely diz que a reforma feita, está concluída e que não tem divergências com Samuel Araripe. O JC ouviu o deputado Ely Aguiar que, ao invés de responder os questionamentos da população e da nossa reportagem, ficou irrtado, se descontrolou, agrediu a direção do Jornal do Cariri e ameaçou o jornalista Donizete Arruda.

Em seu papel de informar aos nossos leitores, o JC, após frustrada a tentativa de conversar com o prefeito Samuel Araripe, conseguiu, por telefone, falar com o secretário de Infra-estrutura do Crato, Jéferson Felício, que confirmou terem sido liberados apenas R$ 33.000,00. Essa medida, segundo ele, foi adotada porque a empresa Proserv não concluiu a reforma, faltando a colocação de um novo relógio, substituindo os relógios fixados pela construtora, além de polimento da praça, mudanças dos postes de iluminação e melhorias dos bancos.

Nesta semana, o secretário Jéferson Felício vai visitar a praça e mostrar a técnicos da Proserv quais melhorias devem ser feitas. A não-liberação do restante dos recursos, ou seja, R$ 63.000,00, foi tomada pelo prefeito Samuel Araripe.
A prefeitura do Crato divulgou que teria liberado apenas R$ 33.000,00 para a reforma após matérias publicadas nas edições de 6 e 13 de janeiro, do JC de que a obra estaria incompleta e que descaracterizou a histórica Praça Siqueira Campos.
As denúncias de cheques sem fundos emitidos pela empresa Proserv, de envolvimento do deputado estadual Ely Aguiar com a reforma da Praça Siqueira Campos, foram feitas pelo assessor especial do Gabinete do prefeito Samuel Araripe e comerciante Jairo Sampaio, em entrevista na Rádio Araripe AM.


Revoltado, Ely defende construtora,
se diz perseguido e ameaça jornalista





O deputado Ely Aguiar (PSDC), em entrevista por telefone ao JC, falou a respeito dos cheques sem fundo emitidos pela construtora responsável pela reforma da Praça Siqueira Campos, do suposto rompimento com o prefeito do Crato, Samuel Araripe (PSDB), e sobre perseguição que vem sofrendo por parte da imprensa do Cariri.

Ely afirmou que quem tem que responder a questão dos cheques é a construtora, pois segundo ele, nada tem haver com isso. "Eu fui autor do projeto e consegui a verba para reformar a praça, R$96.0000,00. Os problemas com a construtora quem tem que resolver é a construtora", observou. Ely tentou ainda justificar a questão dos cheques sem fundo emitidos pela construtora dizendo que "a construtora passou por algumas dificuldades financeiras e, por conta disso, não pagou a algumas pessoas, mas sempre entrou em contato com todas e garantiu o pagamento''.

Quanto ao rompimento com Samuel Araripe, Aguiar disse ser uma completa calúnia de má fé, pois ele apóia o prefeito incondicionalmente e, se por acaso Samuel resolver ser candidato a deputado, ele vai de casa em casa pedir voto para ele. ‘Nunca me passou pela cabeça romper com Samuel. É mentira de quem disse isso".

Aguiar afirmou também que estar sofrendo uma perseguição pelo grupo do Jornal do Cariri, na pessoa do jornalista Donizete Arruda, que, segundo ele, não possui critério, nem índole para acusá-lo de absolutamente nada, pois conhece Donizete de 20 anos atrás e sabe todas os atos ilícitos que ele já cometeu e por conta disto, hoje é proibido entrar em várias repartições de Fortaleza.

Ele afirmou que a Praça Siqueira Campos está bonita e que foi feito uma "tempestade num copo d'água", pois, segundo ele, "não existe nenhuma polêmica a respeito da praça, muito pelo contrario: eu fui injustiçado por ter conseguido a verba para reforma da praça e agora estou submetido a atos de má fé pela imprensa, principalmente, pelo JC".

Ely disse que se Donizete não parasse com essa perseguição sem sentido ele iria espalhar panfletos pela cidade expondo tudo de errado que ele já fez. E que o Jornal do Cariri pertence a um grupo de oportunistas que vivem de arrendar jornal para extorquir dinheiro dos outros. Disse que conhecia Donizete da época que entrevistavam presos em Fortaleza e que não justifica hoje ele caluniá-lo e difamá-lo na imprensa.

A respeito da denúncia do Assessor Especial do gabinete do prefeito Samuel Araripe, Jairo Sampaio, Ely afirmou que foi um ato de irresponsabilidade por parte dele, "pois ele não tinha o direto de ir na imprensa me acusar de algo que eu não tenho nada a ver"




NOTA DA REDAÇÃO DO JORNAL DO CARIRI

O deputado estadual Ely Aguiar ataca a pessoa do jornalista Donizete Arruda, no espaço que lhe foi dedicado democraticamente para se defender de novas acusações sobre o escândalo da Praça Siqueira Campos. Ao invés de se valer de uma oportunidade generosa de refutar as graves acusações contra ele apuradas e que já levaram o Ministério Público para investigar o caso, ele usa sua melhor voz cavernosa para agredir um jornalista.

Mas, para espanto do JC, não inova nas agressões. Diz o provérbio que de um rato não pode nascer senão outro rato. Diante do estouro do escândalo da praça Siqueira Campos, o Sr. Ely Aguiar ficou desesperado em arranjar culpados pelo fracasso de seu negócio envolvendo a construtora Proserv e que resvala na Administração Municipal do Crato, dirigida pelo Sr. Samuel Araripe . O sentimento de culpa por ter destruído pedaço da história do Crato ao participar da indicação de uma construtora, com severa in capacidade para realizar a obra, comprovadamente mostra que o Sr. Ely Aguiar não demonstra que ama e nem respeita a história do Crato.

Compreendo que o senhor não se tenha preparado para fazer essas reflexões. Sobre sua vida não se pode guardar preconceito por ter subido às custas da imagem de miseráveis encarcerados, expostos ao som de sua voz e de dizeres como "colchão de mola cimento". Até os presos tiveram mais dignidade que o senhor ao exibir ressentimento nas duras palavras assacadas contra o jornalista Donizete Arruda, diretor do JC.

O senhor não é o primeiro, e nem será o último a tentar se valer de agressões para esconder a verdade. O deputado federal Eunício Oliveira move dez processos contra o jornalista Donizete Arruda. Seu crime? Reproduzir notícias de idôneos jornais nacionais dando conta de que uma de suas secretarias é investigada pelo Ministério Público Federal por envolvimento com o mensalão no recebimento de recursos do publicitário Marcos Valério. Publicou-se que um dos diretores de sua empresa Confederal foi preso por fraudes em um escândalo em Brasília e outro, da sua construtora, também levado pela Polícia Federal para detrás das grades por corrupção. Esse jornalismo verdadeiro continuará, mesmo que desagrade a quem faz política apenas para se dar bem na vida.

O jornalista Donizete Arruda é temente a Deus, mas também um homem sem medo. E não abre mão de ser sentinela do poder público em nosso Estado, no Cariri e no Brasil. A escolha de ser jornalista foi uma opção definitiva em sua vida, e sua alma está tocada permanentemente pelo compromisso com a ética, com o respeito à sociedade e com a defesa da moralidade pública.

O nobre deputado Ely Aguiar quis transformar o jornalista Donizete Arruda em um rato. É o velho costume de construir suas vitórias nas desgraças dos miseráveis. Aqui não, deputado! Não se aceitam suas posturas silenciosamente. Não lhe é dado o direito de oportunisticamente utilizar o nome de Donizete Arruda como pretexto para encobrir a mácula da destruição histórica da praça Siqueira Campos. O senhor alcunhou o jornalista de "Gigolÿ de político". O apelido está errado. Para combinar com seu modo de viver, seria mais correto, chamá-lo de "Michê de político".

Esse assunto não merecia estar aqui nesse nível de debate. Mas, em respeito ao povo do Crato e do Cariri, não se pode silenciar diante de tantas grosserias. Faça um exame de consciência - pedido impossível de ser atendido, e o deputado Ely Aguiar concluirá a necessidade de admitir a irresponsabilidade e a conveniência do nobre parlamentar em poupar os graves erros da empreiteira Proserv num estranho interesse comum, por isso tantas aleivosias contra a pessoa respeitavel do jornalista Donizete Arruda.
É bom que fique claro, que quem denunciou todo o escândalo, sequer foi o Jornal do Cariri ou o colunista Donizete Arruda. O autor das denúncias de corrupção na reforma da praça Siqueira Campos foi o assessor especial do prefeito Samuel Araripe, Jairo Sampaio. Se Jairo mentiu ao acusar a construtora de dar cheque sem fundo, dentre outras fraudes apresentadas, que o prefeito Samuel o puna. Tarefa difícil, pois Jairo Sampaio cometeu o único delito que foi falar a verdade.

Jairo Sampaio teve a coragem de expor uma agressão ao patrimÿnio do povo cratense. Bem diferente do prefeito Samuel, que não pagou toda a obra, mas vive em dualidade entre ficar ao lado do povo que o elegeu e de punir uma construtora que só deu o ar da graça no Crato por ter como principal atributo a mão poderosa e protetora do deputado Ely Aguiar, responsável pela liberação dos recursos para a reforma da praça Siqueira Campos. Ely refuta as notícias sobre a sua ligação com a construtora, mas os laços são ainda mais estreitos com a indicação de um sobrinho seu para gerenciar as obras de reforma da praça Siqueira Campos.

Entre os benefícios que resultam do privilégio democrático do uso da verdade como arma no trabalho como jornalista é não temer o debate. O deputado Ely Aguiar pensa que é um político acima de qualquer suspeita. Como acidente chegou a Assembléia Legislativa do Ceará, graças a bondade do povo de Crato. Em mais de dois anos de mandato, prometeu ajuda ao esporte cratense e essa colaboração nunca veio. Garantiu que construiria uma estátua e essa obra não saiu do papel. Em sua defesa, pode discursar que conseguiu uns trocados para uma pequena reforma no Mercado, mas impÿs que colocassem o nome de sua santa mãe. A reforma da Praça Siqueira Campos está implicada em um crime ambiental e histórico. Sim, o Sr. Ely Aguiar fez uma grande obra. Uma obra inesquecível: está construindo uma mansão, e que mansão no Granjeiro. Essa obra, ah! Essa obra já entrou para a história do Crato, como a mansão da Casa da Dinda de Collor de Mello entrou para a história do Brasil.

Sr. Deputado, o JC abriu-lhe as páginas para sua defesa. Nada. Nenhuma denúncia foi refutada. Só injúrias e a covarde tentativa de se esconder sobre o manto da imunidade parlamentar para caluniar e difamar um jornalista. Ela não abrange essas declarações. Mas, a imprensa livre é maior do que seus detratores. As páginas do JC estarão À espera das provas de sua inocência. Venha e traga-as. Não tente iludir o cultíssimo povo do Crato com bizarrices. Deixe o caminho delicado das ambiguidades e assuma-se! A verdade liberta deputado Ely Aguiar. Só a verdade liberta. E ela está ao lado do povo, que, por sua sabedoria, já condenou a destruição da praça Siqueira Campos.

Fonte: Jornal do Cariri

Santana quer fim do nepotismo em Juazeiro do Norte



Quando os vereadores de Juazeiro do Norte estiverem reunidos na próxima sexta-feira, 23, em caráter extraordinário, para apreciar a pauta enviada pelo prefeito Manoel Santana (PT), a cidade poderá viver um momento histórico. Após quatro anos de nepotismo, empreguismo exagerado e contas públicas desorganizadas, o legislativo juazeirense poderá aprovar o fim do nepotismo no poder público local.

Com minoria na Câmara Municipal, o prefeito de Juazeiro, enviou esta semana quatro mensagens ao legislativo, onde se discutirá o fim do nepotismo, e projetos de lei estabelecendo a reforma administrativa, a correção da Lei de Diretrizes Orçamentárias e ajuste da Lei Orçamentária para 2009.

Na gestão do ex-prefeito Raimundo Macedo, a herança deixada não é das melhores. Não existe, na prefeitura de Juazeiro, um organograma com discriminação de funções dos 1.400 cargos comissionados. Além disso, os 4.882 servidores públicos serão recadastrados e remanejados de acordo com as necessidades das secretarias e órgãos governamentais.

Outro problema enfrentado pela atual gestão, e tem caráter político, é o processo de preenchimento dos cargos comissionados, com a pressão dada por setores ligados ao ex-prefeito Raimundão.

Para mudar efetivamente o quadro atual, Manoel Santana preferiu não eliminar secretarias, e implantou um organograma inicial, com uma reforma administrativa emergencial, sob a supervisão técnica da Universidade Federal do Ceará (UFC). A idéia é que em um futuro próximo os técnicos da UFC apresentem, após estudo bem mais minucioso, uma reforma administrativa definitiva.

Com relação a correção da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) a idéia de Santana é fazer um remanejamento de verbas dentro do limite estabelecido por lei, ou seja, o de 25%, já que pela Lei Municipal não estabelecia limite algum.

Outro ponto importante das mudanças é o ajuste do orçamento, que pretende remanejar recursos para áreas prioritárias, como saúde, saneamento e educação, que serão os pontos principais da ação do governo petista em Juazeiro.

O prefeito Manoel Santana, tem outros problemas a resolver. Em seu primeiro ato como prefeito, baixou um pacote de medidas, incluindo, além dos atos de combate ao nepotismo, uma série de ações nas secretarias municipais, como operação tapa-buraco, análise das contas municipais, retorno dos servidores às secretarias de origem, avaliação do impacto da folha nos gastos públicos, aração de terras, operação limpeza, e inclusão do saneamento de Juazeiro no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo Federal.

Para Santana, foram muitos os problemas deixados pela gestão anterior. “Olha, nós temos vários problemas, na limpeza urbana, na saúde, na malha viária, dívidas, temos dificuldades que queremos resolver”, avaliou. Para o prefeito de Juazeiro serão necessários seis meses para colocar a máquina administrativa em funcionamento normal. “Para isso, iremos trabalhar muito, sem descanso, todos os secretários tem que trabalhar sem parar, pois o tempo é pouco para os problemas que vivemos”, concluiu.

A sessão na Câmara Municipal está sendo esperada com otimismo por quem faz o governo. “O objetivo é obedecer a uma lei federal, e colocarmos um fim no nepotismo”, afirma o prefeito Manoel Santana, que espera contar com todos os vereadores para aprovar as medidas necessárias para o avanço da máquina administrativa local.

Legislativo já combate nepotismo

O presidente da Câmara Municipal de Juazeiro, vereador José de Amélia Júnior (PSL) diz que recebe com tranqüilidade as mensagens do prefeito Manoel Santana. Para Zé de Amélia, as mensagens são importantes, nesse início de mandato, para que o atual prefeito possa estabelecer as mudanças necessárias na maquina administrativa. Quanto ao nepotismo, Zé de Amélia, disse ser favorável à emenda à Lei Orgânica. “Aqui na Câmara nós já combatemos o nepotismo. Em 2005, assinamos um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público e a partir daquela data, ficou proibida a contratação de parentes de vereadores”, afirmou. Para Zé de Amélia, quem se recusou a assinar o TAC com o Ministério Público foi o ex-prefeito Raimundo Macedo. Quanto às mensagens do prefeito Santana, Zé de Amélia avalia que todas serão aprovadas.

Jornal do Cariri

Vereador preso por tráfico de drogas pede prisão especial

Preso no mês de novembro do ano passado e acusado de tráfico de drogas, o vereador do município de Ipaumirim, Vanderlan Jorge (PTB), através de seu advogado de defesa, José Iran Santos, entrou junto ao Ministério Público e a Justiça Comum, da Comarca de Ipaumirim, com dois requerimentos, solicitando prisão especial para o vereador e a participação do mesmo na sessões ordinárias do legislativo.

A Justiça local pediu vistas ao promotor Adriano Perdigão. O Ministério Público, então solicitou informações da polícia em Juazeiro do Norte se há alguma prisão especial na cidade. O promotor de Justiça Adriano Perdigão Coutinho, falou com a equipe de reportagem do JC e afirmou que, conforme o artigo segundo do Código de Processo Penal, os vereadores têm direitos a serem recolhidos em quartéis ou em prisão especial antes da condenação definitiva. “O acusado foi diplomado e tomou posse, por isso, ele tem direito à prisão especial” argumentou o promotor. Após receber a informação da polícia de Juazeiro, o promotor dará o parecer e enviará ao juiz da Comarca.

A brecha para a concessão do pedido de prisão especial está no artigo 295 do Código de Processo Penal que determina a prisão especial para vereadores que estejam exercendo o mandato. Já a Lei Orgânica do Município de Ipaumirim, em seu artigo 15, estabelece que em virtude do processo criminal, o vereador que não comparecer a seção da Câmara por estar preso, será considerado licenciado, o que pode comprometer o benefício da prisão especial.


Em novembro do ano passado, o réu foi autuado em flagrante pelos agentes da Polícia Federal e conduzido para a Delegacia da Policia Federal de Juazeiro do Norte. Em sua propriedade, no Sítio Saco do Lacerda, zona rural de Ipaumirim, foi encontrada uma plantação de maconha e apreendida quase 600 quilos da droga. A defesa diz que Vanderlan é inocente.

Jornal do Cariri

Guimarães reivindica obra do PAC para Juazeiro melhorar trânsito




A proximidade do deputado federal José Nobre Guimarães (PT) com o Governo Federal pode render bons resultados para a Região do Cariri. Uma das reivindicações de Guimarães, levada ao Presidente Luis Inácio Lula da Silva, a construção do anel viário de Juazeiro do Norte, contornando toda a área geográfica do perímetro urbano. “Essa obra, que tem como principal ponto a construção da avenida perimetral, que cortaria vários bairros e mudaria por completo o trânsito da cidade, é uma das mais importantes porque Juazeiro cresceu muito, o número de veículos aumentou e irá melhorar as condições de vida da população”, expôs Guimarães em entrevista ao JC. A obra está orçada, inicialmente, em R$ 110 milhões.

Guimarães sabe das dificuldades para viabilizar uma obra com recursos tão elevados, mas disse que, ao lado do prefeito Manoel Santana (PT), já conversou com o presidente Lula e com a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, sobre a necessidade desse projeto para Juazeiro do Norte, que é hoje o maior centro de romarias do Nordeste. “É importante se ressaltar que essa obra marca a entrada de Juazeiro do Norte no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), daí a minha esperança para viabilizar esse empreendimento tão relevante para a cidade'', disse Guimarães, cotado para ser líder da bancada federal do Ceará no Congresso Nacional.

O anel viário não será a única obra reivindicada pelo deputado José Nobre Guimarães e pelo prefeito Manoel Santana ao Governo Federal. Em parceria com o Governo do Estado, Guimarães e Santana trabalham para viabilização dos recursos para ampliação da rede de esgotos e saneamento básico do município. “Já recebemos essa reivindicação, temos discutido o projeto de saneamento básico dentro do Governo Estadual e com a Caixa Econômica Federal. Reconhecemos a importância da obra e vamos buscar recursos para o saneamento básico, que significa saúde para a população'', declarou o Secretário de Cidades do Estado, Joaquim Cartaxo, logo após uma reunião com Guimarães. A obra exige investimentos de, pelo menos, R$ 35 milhões.

Outras obras de menor porte, também, estão sendo encaminhadas pelo Governo Federal a pedido do deputado José Guimarães. “As obras de calçamento, pavimentação e habitação que serão realizadas com recursos de uma emenda parlamentar de minha autoria ao Orçamento da União de 2009. A emenda será de R$ 3 milhões'', disse Guimarães, que, no último final de semana, se articulou com deputados e senadores do Ceará para expor o seu propósito como coordenador da bancada parlamentar no Congresso Nacional. Guimarães ainda não está escolhido oficialmente como novo coordenador da bancada, mas ganha apoio para substituir o deputado José Arnon que, nos últimos dois anos, ocupou o cargo.

Jornal do Cariri

Fórum Social

Como um espaço integrado do Fórum Social Mundial (FSM) acontece, de 25 a 27 de janeiro, em Belém, a terceira edição do Fórum Social Mundial da Saúde (FSMS). O evento, que já possui mais de 600 inscritos, pretende reunir movimentos sociais, organizações não-governamentais, entidades e militantes da saúde de todo o mundo para lutar pela construção do poder popular, pelo direito ao protesto social e pela democracia na conquista de sistemas universais de saúde e seguridade social. O FSMS é um espaço de intercâmbio de conhecimentos e de práticas em torno da luta social pelo direito universal, integral e igualitário à saúde. Como espaço integrado e antecedente ao Fórum Social Mundial, se caracteriza como encontro de movimentos sociais e populares, além da busca pelo fortalecimento de cada entidade através da articulação de redes de intercâmbio e de ações coordenadas.

José Sarney

O senador José Sarney (PMDB-AP) está disposto a disputar a presidência do Senado no voto, em plenário, com o petista Tião Viana (AC). Foi isto que o próprio senador decidiu comunicar ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva ontem, em audiência marcada no início da noite. Segundo um dirigente do PMDB, que acompanha a novela da sucessão, Sarney gostaria de ser o candidato de consenso, mas já não tem expectativa de ser ´ungido´ ao cargo. Ao contrário, o grupo de Sarney avalia hoje que não há mais condições políticas de o Planalto remover a candidatura de Viana. Sarney desejava voltar à presidência do Senado, mas jamais admitiu a hipótese de disputar o cargo com quem quer que fosse. Diante da forte pressão de correligionários, no entanto, não teve como escapar da candidatura em qualquer cenário.

Partido dos Trabalhadores

O ano de 2009 será de intensa atividade para o Partido dos Trabalhadores (PT). Segundo o presidente estadual da legenda, Ilário Marques, logo no início de fevereiro, haverá a primeira reunião do ano com a participação da Executiva Estadual, bancadas cearenses da Câmara dos Deputados e Assembléia Legislativa, o vice-governador Francisco Pinheiro, a prefeita Luizianne Lins, secretários petistas dos governos do Estado e da Capital e os servidores que compõem os segundos escalões das referidas administrações públicas. A reunião citada terá como objetivo uma análise da conjuntura política visando o biênio 2009/2010. Segundo o dirigente petista, ainda no 1º semestre deste ano, também ocorrerão diversos debates, mobilizações partidárias e dois grandes seminários. O primeiro destes, agendado para fim de fevereiro ou começo de março, servirá para compor um projeto de desenvolvimento para o Ceará com foco em desenvolvimento humano e sustentável com a presença de vários setores da sociedade cearense.

Encontro do PMN

A direção regional do Partido da Mobilização Nacional (PMN) fará um encontro estadual com os vereadores que elegeu no último pleito para apresentar o plano de crescimento e preparação da agremiação para as eleições de 2010. O evento será no primeiro fim de semana de fevereiro, no Hotel Amuarama, em Fortaleza. O presidente do diretório regional, Reginaldo Moreira, informou ao Diário do Nordeste que durante esse encontro será repassada a doutrina do partido e ressaltada a importância dos vereadores trabalharem a questão da acessibilidade das pessoas, tendo em vista que o PMN, no plano nacional, tem como bandeira de luta a questão dos cadeirantes. O partido também vai colocar à disposição dos seus vereadores informações importantes para o desempenho parlamentar de cada um em seu município. Um banco de projetos, apresentados pelos vereadores do PMN em todo o Brasil, está sendo formado e a idéia, segundo Moreira, é disponibilizar o conteúdo de cada um aos filiados cearenses.

Economia

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Artur Henrique Silva, disse na noite desta segunda-feira, 19, que, na próxima quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fará uma reunião com representantes dos bancos públicos e, possivelmente com algumas instituições privadas, para discutir o nível de juro e dos spreads bancários. Segundo ele, Lula deu a garantia aos sindicalistas de que, apesar do agravamento da crise, está mantido a política de concessão de aumento real ao salário mínimo. "Com isso, o salário mínimo deve chegar este ano a algo em torno de R$ 465", disse o presidente da CUT. O salário mínimo atualmente é de R$ 415. O presidente Lula confirmou aos dirigentes sindicais com os quais se reuniu hoje o Executivo está propondo ao Congresso um salário mínimo de R$ 465,00. Segundo participantes do encontro, Lula informou que convocará os governadores para conversar sobre a manutenção da redução do ICMS dos Estados por considerar importante essa medida para aumento do volume do capital de giro das empresas. De acordo com o relato, o presidente se mostrou muito preocupado com as perspectivas para a economia neste primeiro trimestre. Lula disse, por três vezes, que esse período é "muito delicado".

Juraci Magalhães

Continua grave o estado de saúde do ex-prefeito de Fortaleza Juraci Magalhães. Prefeito de Fortaleza em duas oportunidades, Magalhães marcou profundamente a vida da capital cearense. Sempre conhecido por amigos e familiares como uma pessoa brincalhona e simpática, profundamente democrática, sempre respeitando a opinião de seus adversários e críticas da imprensa. Ele está internado na UTI do Hospital São Mateus. Em 1988, foi eleito vice-prefeito na chapa de Ciro Gomes (na época no PMDB). Em 1990 assume a prefeitura. Em 1992, conseguiu eleger o desconhecido Antonio Cambraia prefeito de Fortaleza. Em 1996 retorna à prefeitura, se reelege em 2000 e em 2004 apóia Luizianne Lins (PT) para a prefeitura. Em 2006 tentou se eleger deputado federal, mas teve uma votação inexpressiva.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Mortalidade infantil

O Brasil piorou no ranking de mortalidade infantil entre crianças com até cinco anos de idade, de acordo com relatório anual divulgado na última quarta-feira (14) pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), com números fechados de 2008. O País passou da 113ª para a 107ª posição no ranking dos países que têm as maiores taxas, e é apontado pela organização como o que apresenta um dos piores resultados entre as nações latino-americanas: 22 mortes por mil nascidos vivos. Na América Latina, o Brasil só fica em melhor posição em relação a Bolívia (61ª) e Peru (97ª). Entre os emergentes, o resultado do País só não é melhor que o da Rússia (125ª). China e Índia ficaram na 101ª e 49ª posições, respectivamente.

Apesar da piora da posição brasileira, o número de mortes registradas no País vem diminuindo desde 1990. Nesse período, o País apresentou uma queda acumulada de 62%, de 58 para 22 entre cada mil nascidos. A melhora tem sido muito significativa em comparação aos outros países do ranking, o que fez o Brasil ir da 57ª para a 107ª posição em 19 anos.

Os primeiros lugares do ranking de 194 países foram ocupados nessa edição do relatório por Serra Leoa (1º lugar) e Afeganistão (2º). Seis países registraram as taxas mais baixas e ocupam as últimas posições no ranking: Suécia, Islândia, Cingapura, Luxemburgo, Andorra e Liechtenstein. O relatório ainda aponta que as mulheres dos países subdesenvolvidos têm 300 vezes mais chances de morrer durante uma gestação do que as de países desenvolvidos.

SERVIDORES

O Governo Federal expulsou 1.969 funcionários do serviço público desde 2003. Segundo balanço divulgado pela Controladoria-Geral da União (CGU), o principal motivo foi o uso do cargo para obtenção de vantagens: 984 casos. Em seguida, aparecem crimes de improbidade administrativa, com 580 registros. Abandonos de emprego somam 293 casos, enquanto recebimento de propina resultou em 184 expulsões. Completam a lista casos de lesão aos cofres públicos, com 159 ocorrências. A maior parte das demissões - 1.705 - foram de servidores que ocupavam cargos efetivos. Outros 143 foram destituições de cargos comissionados e houve 121 cassações de aposentadorias. Só no ano passado, o número de expulsões do serviço público chegou a 347.(blog de Política de O Povo)

MICROCRÉDITO

Um estudo da Universidade Federal do Ceará (UFC) revelou que as pessoas com acesso ao microcrédito tiveram mais chances de escapar da miséria.

“O estudo é de dois pesquisadores do Centro de Pós-Graduação em Economia, o Caen. E diz que quem teve acesso ao microcrédito aumentou em 40% a possibilidade de sair da pobreza”, relata o professor da UFC, Márcio Correa.

O microcrédito é um empréstimo de baixo valor concedido em grupos para ajudar pequenos empresários a começar uma atividade econômica, ainda que na informalidade.

O instrumento de concessão de financiamento surgiu em Bangladesh, um dos países mais pobres da Ásia, quando, nos anos 70, o professor de economia Muhammad Yunus emprestou uma pequena quantia para mulheres fabricarem cestas de bambu.

Os juros baixos e a pequena inadimplência fizeram os empréstimos prosperarem. E as empreendedoras melhoraram de vida. Em 2006, Muhammad Yunus ganhou o Prêmio Nobel da Paz pela iniciativa.

ATENTO

Mais de 80% dos eleitores entrevistados em uma pesquisa nacional, encomendada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para medir os resultados da campanha Vota Brasil 2008, declararam ter levado em conta, na definição de seus votos, aspectos relativos à idoneidade do candidato.

Realizado pelo Instituto Nexus - Centro de Informação Estratégica - e divulgado nesta quinta-feira, 15, o levantamento contou com duas mil entrevistas em todo o País - com exceção do Distrito Federal, onde não há eleição municipal -, colhidas entre os dias 18 e 24 de novembro de 2008.

Do total de abordados, 82% apontaram a ficha limpa do candidato como fator preponderante para o voto, 83% revelaram preocupar-se em escolher candidato que não recorre à compra de votos e 81% consideraram importante a não utilização de “caixa dois” em campanha.

Do ponto de vista negativo, em média 20% dos eleitores disseram ter votado sem pesquisar informações sobre os candidatos. A maioria (51%) informou que já conhecia os candidatos antes de votar e 30% afirmaram ter pesquisado o histórico do candidato escolhido.

Jornal O Povo

Pernambuco falando para o mundo

A programação do projeto Curta Muito desta sexta-feira 16 chega com um gostinho de Pernambuco. Os filmes realizados pela Cabra Quente Filmes foram vencedores do Prêmio DOC TV III e traçam dois panoramas das realidades do estado. O primeiro “Feliciano Espera a Última Sessão” narra a história de Feliciano em pleno sertão pernambucano, um cenário que já virou filme de ficção e que pode mostrar o retrato do futuro da humanidade. Dúvida?

Já o segundo curta “Uma cruz, uma história e uma estrada” demonstra um traço de vida e morte nas estradas do Brasil. Gravado entre a capital pernambucana e percorrendo 1.500 km o filme mostra histórias de pessoas que foram identificadas nas estradas através das cruzes que são erguidas em suas homenagens.

O Projeto Curta Muito é uma parceria do Centro Cultural Banco do Nordeste do Brasil - CCBNB e o Coletivo Malungo na intenção de oferecer acessibilidade de filmes realizados no país para comunidades onde o acesso a bens culturais é restrito. As exibições acontecem duas vezes ao mês e em janeiro levam a magia do cinema para a comunidade de Vila Lobos no Terreiro de Mestre Aldenir e no Muriti no Terreiro de Mestre Dedé de Luna (Reisado Decolores), além da exibição freqüente no Coletivo Malungo. Os filmes serão exibidos nos dias 16 no Coletivo Malungo e 23 no Mestre Dedé de Luna, sempre às 19 horas.



SERVIÇO:

Os locais de exibição do Curta Muito em Janeiro serão:

Coletivo Malungo - Rua Tristão Gonçalves, 567 - Centro - Crato/CE.

Reisado Decolores - Terreiro do Mestre Dedé de Luna - Rua Pedro Gomes de Norões, 668 - Muriti - Crato-CE.

ArtePlural

Assessoria de Comunicação

Coletivo Malungo – Crato-CE

DECRETO

A Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte baixou decreto nº 292, de 12/01/2009 proibindo o uso de equipamentos e carros de som e funcionamento de bares nas proximidades dos santuários de Nossa Senhora das Dores e de São Francisco das Chagas. A media, tem por objetivo, fiscalizar o uso abusivo de equipamentos de som, coibindo uma barulheira que toma conta de Juazeiro, principalmente nos períodos de romarias. A determinação da prefeitura diz respeito ao período de 29 de janeiro a 2 de fevereiro, quando acontece Romaria das Candeias. Mais ainda: os estabelecimentos comerciais (bares) localizados nas proximidades em área de 100 metros dos santuários, funcionarão até meia-noite. A norma vai disciplinar uma área importante da cidade.

INTERVENÇÃO

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, através de Secretaria de Saúde, decretou hoje intervenção no Hospital Santo Inácio. Ainda não sabemos os motivos, mas estamos tentando contato com o secretário Giovanni Sampaio, para saber os reais motivos dessa intervenção.

ATÉ QUANDO?

Até quando os políticos do Crato irão abandonar o Crato Esporte Clube? Apenas o prefeito Samuel Araripe (PSDB) apóia o time cratense. Nos últimos quatro anos os investimentos foram importantes para que o Azulão do Cariri disputasse as finais da segunda divisão do Campeonato Cearense. Pena que a diretoria da agremiação não teve competência para montar um bom time. Com a palavra os deputados estaduais Sineval Roque (PSB) e Ely Aguiar (PSDC).

PROJOVEM

A Prefeitura Municipal do Crato, através da Secretaria de Ação Social em parceria com os Centros de Referencia em Assistência Social - CRAS- comunica que estarão abertas no próximo dia 19 de fevereiro as inscrições dos veteranos e novatos do Programa ProJovem Adolescente, serviço social educativo que atende jovens de 15 a 17 anos. As inscrições podem ser feitas nos CRAS dos bairros: Gisélia Pinheiro (Batateira), Muriti, Vila Alta, Alto da Penha e Seminário. Para se inscrever a família do adolescente tem que ser cadastrada no Bolsa Família, bem como apresentar a seguinte documentação: xérox do registro de nascimento do adolescente, cartão do Bolsa Família, CPF ou RG do responsável. As inscrições serão realizadas no horário comercial.

PALESTRA

A Universidade Regional do Cariri (URCA), através do Projeto Geopark Araripe, realiza nesta quinta-feira, 15, palestra com a participação da pesquisadora e professora norte-americana, Candace Slater. O tema da palestra será "Conceitos de Natureza no Esquema Geopark Araripe e na Cultura Popular do Cariri". A reunião terá início às 9 horas, no Laboratório de Línguas, no Departamento de Letras da Universidade.

VESTIBULAR NA URCA

Com mais de seis mil concorrentes aos 16 cursos de nível superior, terá início no próximo dia 21 e vai até o dia 23, o Vestibular 2009.1 da Universidade Regional do Cariri (URCA). As provas serão aplicadas nos municípios de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Brejo Santo e em Iguatu, onde estão mais de 1.200 alunos da Universidade, que passaram a ter gratuidade nos cursos desde o semestre passado. Serão aplicadas no dia 21, a partir das 8h30, as provas de Física, Geografia e Química. No dia 22, serão as provas de Matemática, Biologia e História e, encerrando o Processo Seletivo, serão aplicadas as provas de Língua Portuguesa e Brasileira, Língua Estrangeira e Redação. Os cursos do Departamento de Artes, em Barbalha, recém-inaugurados, contarão com sua segunda turma, abrindo 40 vagas para Artes Visuais e Teatro. O presidente da Comissão Executiva do Vestibular, Ricardo Bacurau, informa que os cartões de identificação estão sendo entregues desde o dia 12. Até o dia 20 os vestibulandos terão a oportunidade de receber o seu cartão nos locais onde escolheram realizar suas respectivas provas. Os inscritos devem estar nos locais de aplicação dos testes a partir das 8 horas. Ainda conforme o presidente da CEV, todo o aparato de segurança, para que o processo aconteça de forma tranqüila, foi montado para os três dias de realização do Vestibular.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Emendas para o Cariri

O deputado estadual, Vasques Landim, apresentou e manifestou satisfação com a aprovação de diversas emendas suas ao orçamento do Estado para este ano. Como sua base de atuação é a região do Cariri, não é preciso dizer que as propostas se direcionam para municípios dessa área. Numa delas prevê recursos para a compra de mais e novos equipamentos tendo em vista um melhor funcionamento do IML de Juazeiro. Noutras destina verbas para a reforma e ampliação do Centro de Cultura Mestre Noza e a criação do Instituto de Identificação do Cariri em Juazeiro. Vasques quer dinheiro ainda para as reformas do Memorial Padre Cícero e do estádio Romeirão o qual seria ampliado e a conclusão e revitalização do Parque Ecológico das Timbaúbas. Outras emendas apresentadas foram para a conclusão da perimetral de Missão Velha que desvia o curso da rodovia estadual do centro da cidade, aquisição de equipamentos para os hospitais de Altaneira e Caririaçu e para uma adutora com o objetivo de garantir o abastecimento de água de Nova Olinda. O deputado caririense anuncia ainda emenda ao orçamento visando a construção do quartel do Corpo de Bombeiros e do Liceu de Artes e Ofícios de Missão Velha.

Atuação do Coletivo Camaradas é reconhecida por Auto Filho




Secretaria de Cultura do Estado responde ao Coletivo e pede apoio dos Camaradas

Diante do posicionamento contundente do Coletivo Camaradas que desde o ano passado vem fazendo sérias e justas criticas ao Governo do Estado do Ceará em relação a sua política de beneficiamento de grandes produtoras e bandas de música em detrimento da produção musical cearense que se caracteriza pela pluralidade e diversidade. A ultima ação do Coletivo foi a divulgação de nota de repudio intitulada "Cid Gomes não respeita os artistas do Estado do Ceará". Na qual critica o financiamento do "Férias no Ceará", alertando que essa ação é desperdício de recursos públicos, pois no fomenta nem a cultura, nem o turismo no Estado e faz criticas a política de editais da Secult em que ressalta a burocratização para obtenção do financiamento público por parte dos artistas cearenses. O Coletivo pela segunda vez se colocou a disposição para contribui com a Secretaria de Cultura do Estado para construir uma política que respeite as resoluções da Constituinte Cultural e contribuía para emancipação do povo cearense.

Carta de Auto Filho ao Coletivo Camaradas

Ao Coletivo Camarada,

Em primeiro lugar, agradecemos a atenção dispensada ao nosso pedido de divulgação do esclarecimento da Secult. Quanto à questão dos Editais, manifestamos nossa satisfação e concordância com a nova visão exposta nessa nova mensagem. E agradecemos as sugestões visando alterar os Editais da Secult. A partir disso, criamos uma comissão técnica para estudar mais detidamente os Editais das instituições citadas por vocês.

Como vocês gentilmente se colocaram à disposição, gostaríamos de receber contribuições críticas mais concretas para melhoria desses Editais na direção sugerida (menos burocráticos e mais colaborativos com os artistas).

Recebemos também com satisfação a conclamação para interagirmos com os "artistas caririenses", não só "em defesa da participação da produção musical caririense durante a Expocrato", mas inclusive na política cultural pública mais geral. Nesse sentido, fazemos o convite para que representantes do Coletivo se façam presentes nas reuniões do Fórum da Cultura que vamos fazer no dia 26 em Penaforte (das 14 às 16) e no dia 27 em Tarrafas (no mesmo horário), por ocasião da realização do Governo Itinerante nessas cidades.

Cordialmente,

Auto Filho

Serviço:
Coletivo Camaradas
Blog: www.coletivocamaradas.blogspot.com
E-mail: coletivocamaradas@gmail.com

POR UM CARIRI GLOBALIZADO




No sul do Estado do Ceará pontua uma região que desde os mais remotos tempos carrega em seus ombros todo um conjunto de “habitat humano” característico desde a consolidação da diocese do Crato, ao unificador Padre Cícero Romão Batista; há todo um manancial histórico, artístico, cultural, literário centrado numa verdadeira fonte de talentos que pulverizam o Brasil nas mais diversos estados.

Sempre esta região foi contemplada por pontos de unificação de sua história que é um modelo de vida para qualquer agrupamento humano. A chama de integração social deve ser uma constante para a preservação da identidade e da cultura peculiar ao povo careirense. O Ponto de coesão da estrutura social do cariri é um legado que deve ser renovado e repassado para as futuras gerações, para a continuidade do corpo vivo na história sul cearense, creio que com o advento da internet; a capilarização da unificação desta região é um imperativo para o momento, assim compreendo, que o fluxo normativo do pulsar existencial de todas as cidades que integram este eixo geográfico, poderia ter uma concentração mais uniforme e coesa, do contrário, poderemos dissipar pontos etnográficos que foram tão bem betumados, untados e unificados pela liga da religião, da cultura, da literatura, da história e finalmente pela própria arte do existir.

A Unificação da Mídia Caririense desde o seu eixo central ao pontos tracejados do espaço/tempo na região é uma necessidade para dar continuidade a este corpo vivo, integrado, inteiro a bailar na pisada do poder do estrago temporal da existência do agora para o feixe de luz que haveremos de deixar para as futuras gerações, pois, o alimento intelectual do fazer no momento, com certeza será o fabrico do tipo do mel que será consumido na história futura.

É dentro deste foco que entendo a necessidade de uma mídia, coesa, forte e integrada nas entranhas da própria história que levou dezenas de anos para a construção deste quadro epistemológico regional.

Por Luiz Domingos de Luna
Procurar na web