sábado, 28 de fevereiro de 2015

Aumentos são passageiros, diz Dilma



A presidenta Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira (27) que o aumento nos preços da energia elétrica são passageiros e motivados pelo período de seca pelo qual passa o país. Segundo ela, a substituição das formas de produção de energia em momentos de estiagem, das usinas hidrelétricas para as térmicas ou biomassa, faz com que seja necessário arcar com as despesas das matérias-primas.

“Você só vai usar ela [energia térmica], porque é mais cara, quando você precisar. Nós estamos precisando. Os aumentos nos preços da energia são passageiros, estão em função do fato que o país enfrenta a maior falta de água dos últimos 100 anos”, justificou. De acordo com a presidenta, a produção de energia hidrelétrica é a mais barata, porque não é necessário pagar pela água, diferentemente de itens como o gás, carvão ou biomassa.

Dilma deu as declarações em Santa Vitória do Palmar (RS), durante inauguração do Parque Eólico Geribatu, que vai ser capaz de produzir 250 megawatz de energia. Ela disse que as consequências da seca não significam “que nós vamos ter qualquer problema sério ou mais sério na área de energia elétrica. Não iremos ter, porque temos todo um sistema de segurança. Isso também não significa que vamos sair por aí jogando energia pela janela e não consumindo de forma racional”, defendeu.

Para a presidenta, a parte do governo é garantir a oferta de energia. Em contrapartida, os cidadãos também têm que colaborar evitando o desperdício de energia. “Desperdício zero. Diversificação da matriz mais desperdício zero é a garantia de segurança do país”, enunciou, antes de citar exemplos: “Não tem porque a geladeira ficar aberta se você não está usando, nem deixar o chuveiro ligado quando não está usando. Não tem porque a gente jogar fora a energia que custa tanto produzir”.


Ceará com 54 casos de sarampo confirmados

O Ceará tem 54 casos confirmados de sarampo em 2015, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), divulgado ontem (27). Há ainda 67 ocorrências sob investigação em 16 municípios. Os dois últimos casos a entrar no sistema foram registrados no dia 23 de fevereiro em Fortaleza e São Luís do Curu.
Os dados foram apresentados durante o lançamento da campanha publicitária "Todos contra a Sarampo", promovida pela Sesa e que começa neste sábado na rádio, televisão e redes sociais na internet. A meta é reforçar a vacinação, principalmente em crianças de 6 meses a 1 ano, mais suscetíveis a doença. Do total de 753 casos computados no Ceará entre 25 de dezembro de 2013 e o último dia 25 de fevereiro, 210 são crianças nesta faixa etária.
Apesar de ser considerada cara, R$ 1 milhão, a campanha, com duração de dez dias, é vista como um instrumento vital para sensibilizar a população. "O sarampo é grave e mais contagioso do que o ebola ou qualquer tipo de influenza, como a H1N1", aponta a técnica da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Aidée Rameras, que acompanha as ações do Estado no combate à doença.

Segundo ela, o Ceará tem condições de eliminar o Morbilivirus, transmissor da moléstia, e para isso, tem feito um bom trabalho. "Tanto que dos 33 municípios com registros, 22 já conseguiram superar os 90 dias sem registros e dos 11 com casos em investigação, apenas Fortaleza e Caucaia ainda tem o vírus do genótipo D8 (importado da Europa) em circulação e confirmação de contágios", analisa.

Conta de luz mais cara

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem a Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) de 58 distribuidoras de eletricidade do País, com impacto nacional médio de 23,4% nas contas de luz. Entre as distribuidoras, está a Companhia Energética do Ceará (Coelce), na qual, segundo a Aneel, a Revisão Tarifária Extraordinária terá um efeito médio de 10,3%.
Em nota, a Coelce informou que o reajuste para os consumidores de baixa tensão será de 9,05%. Já para os clientes de alta tensão e média tensão, o índice será em torno de 12,9%, "principalmente porque esses consumidores têm na composição de sua fatura uma parcela maior associada ao consumo de energia, quando comparado ao residencial". O novo índice passa a valer a partir de segunda-feira (2).

De acordo com o diretor de Regulação da Coelce, José Alves, a revisão é necessária para cobrir o aumento dos custos com a compra de energia dos geradores, principalmente em função da situação hidrológica desfavorável do País.

Pimentel quer CPI do HSBC


O senador José Pimentel (PT/CE) assinou na última quinta-feira (26/2) o pedido de criação da CPI do HSBC. A comissão vai investigar denúncias de abertura de contas irregulares feita pela instituição financeira no exterior. A CPI foi proposta pelo senador Randolfe Rodrigues (PSOL/AP), que conseguiu 33 assinaturas, seis além do mínimo necessário para a criação de uma comissão de inquérito.
Para Pimentel, a CPI é o melhor meio de apurar os fatos concretos e garantir a punição dos envolvidos. “As informações que temos são aquelas que circularam na imprensa. Não temos documentação sobre essas denúncias. Então, a CPI é necessária para que se possa contar com apoio do Ministério Público e da polícia federal, para a obtenção dos dados completos do caso”, ponderou.
O pedido da CPI foi lido no plenário do Senado na manhã de ontem, sexta-feira (27/2). Conforme o requerimento, a CPI será integrada por 11 membros titulares e seis suplentes e terá 180 dias de duração.
Na justificativa do pedido de CPI, Randolfe diz se tratar de “um arrojado esquema de acobertamento da instituição financeira, operacionalizado na Suíça, que beneficiou mais de 106 mil correntistas”, de mais de 100 nacionalidades.
Fraude - Segundo noticiado pela imprensa internacional, o banco HSBC na Suíça atuou de forma fraudulenta para acobertar recursos de clientes, blindando-os das obrigações fiscais e da comprovação da origem dos recursos. Essas práticas podem indicar atividades criminosas. Mais de US$ 100 bilhões teriam sido ocultados do Fisco de mais de 100 países, inclusive do Brasil.
O escândalo, conhecido como Swissleaks, tem como fonte original um especialista em informática do HSBC, o franco-italiano Hervé Falciani. Segundo ele, entre os correntistas, estão 8.667 brasileiros, responsáveis por 6.606 contas que movimentaram, entre 2006 e 2007, cerca de US$ 7 bilhões, que em grande parte podem ter sido ocultados do fisco brasileiro.


CDH da Assembléia Legislativa cearense debate discriminação racial



A ex-ministra da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, está participando da sessão da Comissão dos Direitos Humanos e Cidadania, desta sexta-feira (27), para um debate sobre as políticas públicas de promoção da Igualdade Racial no Brasil. Na ocasião Matilde Ribeiro também lança o seu livro: Políticas de Promoção da Igualdade Racial no Brasil.

Para o presidente da Comissão, o deputado estadual Zé Ailton Brasil (PP), é uma honra receber a ex-ministra na sessão e debater um tema tão importante e preocupante em nossa sociedade, que é o racismo. “Ninguém melhor do que a ex-ministra Matilde Ribeiro para debatermos esse tema tão preocupante em nossa sociedade, pois o racismo é crime e afinal de contas o Brasil tem uma dívida grande com pessoas afrodescendentes e indígenas. São necessárias, para mudar isso, ações afirmativas que corrijam séculos de segregação”, disse o parlamentar.

Além do presidente da Comissão Zé Ailton Brasil, quem também esteve participando da sessão os deputados Moisés Braz (PT) e Renato Roseno (Psol). Também estão presentes ao evento os representantes do movimento negro cearense, das coordenadorias de promoção da igualdade racial do Estado e da Prefeitura de Fortaleza, entidades, associações e outros integrantes de movimentos ligados ao tema.

* Com informações da AL/CE.


Guimarães avalia situação política



O líder do governo na Câmara Federal, deputado José Guimarães, avalia que está sendo construída uma nova governabilidade na casa. Ele assumiu, no início de fevereiro, em meio a maior crise institucional do Governo Dilma Rousseff, desde o primeiro mandato
Em entrevista ao Ceará 247, o novo líder fala sobre a crise na base, a oposição, CPI da Petrobras, ajuste fiscal, os problemas internos do PT, a relação com suas bases, no Ceará e principalmente, sobre as responsabilidades que assumiu com as novas funções na Câmara. Guimarães assume respaldado, entre outros fatores, pela experiência adquirida nos dois mandatos anteriores e no exercício da liderança do PT, que ocupou durante dois anos, na última legislatura.

Governabilidade
Reconhecido como um hábil articulador, o líder do governo na Câmara Federal, deputado José Guimarães , avalia que "a presidenta Dilma precisa de duas governabilidades, uma institucional - recompor a base é fundamental, e a social - a interação do governo e o diálogo que deve ser permanente com os movimentos sociais e a sociedade em geral".
Sobre a relação com o movimento social ele avalia que "o Governo Dilma, diferente do Governo Lula, tem se afastado dos movimentos socais e esse é um dos desafios que deve ser organizado rapidamente. Na eleição, os movimentos sociais, a militância que estavam afastados dos partidos e que ainda estão, foi o que trouxe a vitória e de lá pra cá nós ainda não conseguimos retomar."
Na liderança, sua principal tarefa, no momento é a recomposição da base, abalada após a ácida disputa interna pela presidência da casa, cujo vencedor foi o deputado Eduardo Cunha (PDM-RJ). O primeiro gesto, após assumir, foi exatamente uma visita ao Presidente da Câmara, segundo ele, "abrindo caminho para uma nova relação".
Após quase um mês, ele avalia que nos últimos dias foi construída uma nova governabilidade e que o ambiente institucional já mudou. Segundo ele, a consolidação do Colégio de Líderes, as reuniões com os ministros, a indicação dos dez vice líderes e a indicação da presidência e da relatoria da CPI, respectivamente pelo PMDB e pelo PT, são demonstrações que o quadro de crise na base aliada está sendo superado. A composição da vice liderança contemplou a base com a participação do PMDB, PT, PP, PR, PRB, PTB, Pros, PCdoB, PSD e um representante dos chamados pequenos partidos.
Mesmo assim, a tarefa do novo líder não é fácil - Reforma Política, CPI da Petrobras, recomposição da base, enfrentamento com a oposição, regulação econômica da mídia, ajuste fiscal são temas que devem dominar, este ano, a agenda política, além das questões econômicas e da seca no Nordeste e no Sudeste. 

Pacote econômico e movimento social
Depois que assumiu, o líder já sentou com a CUT para discutir as medidas provisórias que estão relacionadas com ajuste fiscal. Segundo ele, o governo está disposto a abrir o diálogo e negociar mudanças. "Essa via tem que ser de mão dupla. Movimento social pressiona, legitimamente, e nós atendemos. Somos um governo democrático, ou nós fazemos isso, ou enfraquecemos a relação com os movimentos.  A Jornada de Lutas convocada pela CUT faz parte do jogo democrático e o governo está negociando com o movimento".
Justificando o pacote econômico, anunciado pelo ministro Joaquim Levy, que provocou reação dos trabalhadores, Guimarães justifica - "na verdade houve a necessidade urgente, entre dezembro e janeiro. Temos que corrigir os erros e aprimorar os rumos a serem tomados. O que estou recuperando é um diálogo parecido com aquele que aconteceu em agosto de 2013, durante as manifestações durante a Copa das Confederações. Os partidos da base, principalmente o PT, apresentaram inúmeras emendas. Nossa perspectiva é fazer um bom diálogo, compreendendo que o ajuste é para cumprir objetivos da política econômica. Então estamos trabalhando nesta direção e de que outras medidas poderão vir. Nós não podemos fazer ajustes comprometendo direitos e as conquistas sociais. Qual vai ser o fio da navalha que isso vai ser conduzido? A prática isso vai dizer". 
Ele lembrou que quando Lula assumiu em 2002 e lançou a reforma da Previdência Social, a relação com os movimentos sindicais entrou em confronto, porque diziam que a ação iria tirar direitos. "Ela foi feita e o resultado foi a ampliação das conquistas. A economia tem que entrar no ritmo, é necessário tomar medidas duras para poder avançar. O sufoco deverá ser no primeiro semestre. O nosso governo jamais vai deixar de ter foco na ampliação de conquistas. A Câmara vai responder as expectativas. Dentro de qualquer governo tem pessoas muito diferentes, o que não podemos é perder a referência". 
Em sua avaliação "o Governo Dilma, diferente do Governo Lula, tem se afastado dos movimentos socais". Segundo ele, esse é um dos desafios que deve ser organizado rapidamente. "Na eleição, os movimentos sociais, a militância que estavam afastados dos partidos e que ainda estão, foi o que trouxe a vitória e de lá pra cá nós ainda não conseguimos retomar.

Oposição
A tarefa, também fundamental do líder é o enfrentamento com a oposição. Em seu primeiro pronunciamento como líder enviou um recado direto - “a partir de hoje, não se leva mais desaforo para casa, em resposta ao líder da minoria, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), que reproduziu um trecho de uma fala da presidente durante a campanha. O trecho usado pelo tucano mostrava Dilma prometendo que não haveria aumento nos valores das contas de energia elétrica. Para ele, "o  enfrentamento político está nos exigindo posições muito firmes. É costume da oposição falar e nós ficarmos calados e o meu objetivo como líder é adotar um ritmo que temos que fazer o debate de defesa do governo e jamais aceitar as mentiras que a oposição leva a plenário e as lideranças, as bases, não podem ficar caladas, porque isso compromete nossa militância que está nas ruas esperando as nossas posição, portanto, nós não vamos levar mais desaforo para casa. Até porque eles não tem autoridade para falar mal de governo".

Corrupção na Petrobras
A CPI da Petrobras, uma das prioridades da atuação do líder, vai conseguir ampliar o escopo das apurações. Já foram coletadas as assinaturas suficientes para aprovar um aditamento que garante as investigações  a partir 1997, época do governo FHC, quando tudo começou. Nas palavras dele, a "apuração deverá ser ampla, geral e irrestrita, doa a quem doer. Se tem corrupção, começou lá atrás, nos governos anteriores ao de Lula. As informações reais são de que a corrupção era rotineira. Jamais esse combate a corrupção, que está sendo feito pelos órgãos de competência do governo, pode comprometer a história e o modelo de exploração do pré sal. A oposição está responsabilizando o Governo Dilma e criminalizando o PT. Os ataques feitos ao PT são inaceitáveis. Essas empresas que estão sendo denunciadas nas fraudes da Petrobras tem ligação com todos os partidos, mas só fazem guerra contra o PT, porque o objetivo central é criminalizar o partido. Um dia ainda vão querer pedir a ilegalidade do PT".
Para o deputado José Guimarães, é importante não deixar que a oposição transforme a CPI em um palanque político e confia no posicionamento e isenção da base aliada. "Ser governo tem ônus e bônus político. Tem que ter lado. Eu não posso ser governo a noite e de manhã oposição. É preciso ter conduta política. Após a instalação da comissão, vários deputados tentaram retirar a assinatura, mas o regimento da Casa não permite. Se tem corrupção, começou lá atrás, nos governos anteriores ao de Lula. As informações reais são de que a corrupção era rotineira. 
Para ele o que está por trás das manobras em relação a Petrobras e que não é assumido pela oposição é o modelo de exploração. "Nós aprovamos o modelo de partilha contra o modelo adotado pelo PSDB, que era de concessão, ou seja, privatizar o pré-sal, entregando para empresas estrangeiras. A Dilma entregou para a Petrobras explorar e consolidar a empresa internacionalmente. Como eles não estão conseguindo vender a Petrobras como quiseram no passado, querem entregar o pré-sal. Por isso que estão desgastando a imagem da empresa, que é responsável por 30% do PIB brasileiro, que mais gera empregos, absolutamente consistente. No passado tentaram vender a Petrobras, não conseguiram, e agora querem acabar com o modelo de partilha, que é vitorioso. A oposição anuncia que o PT quebrou o país, mas esquecem que eles entregaram o país com uma dívida pública com mais de 60% do PIB, uma inflação média de quase 15%, desemprego de 12,5%. Todos os indicadores atuais são melhores na gestão do PT. 

Política cearense
No Ceará, administrado pela primeira vez pelo PT, com o Governador Camilo Santana e base eleitoral do líder, Guimarães também enfrenta cobranças, após a Petrobras cancelar a instalação da Refinaria Premiun II. Guimarães afirma que nada justifica a suspensão, porque a localização do equipamento no Ceará é estratégico para a Petrobras, para exportação do petróleo refinado. "Estamos reiniciando o diálogo e vamos conversar com o novo presidente da empresa para retomar processo com o governo do Estado. Não podemos aceitar isso. Mas também não podemos aceitar a oposição fazer disso um discussão política. Os governos tucano no Ceará, que duranram 20 anos, prometeram a Transnordestina, a transposição do São Francisco o metrô de Fortaleza, a Siderúrgica e a Refinaria. Nunca moveram uma pedra viabilizar esses projetos. De todos, a única obra que não foi iniciada nos dois governos da Dilma e do Lula é a refinaria. Eu estou absolutamente convencido e confiante que a refinaria virá. Nós vamos honrar esta dívida com os cearenses, honrando o compromisso.
Sobre o Governo Camilo Santana, seu aliado, a expectativa, com os primeiros 40 dias é muito positiva. A disposição do governador em dialogar com todos os setores, marca dos primeiros dias do governo, é um bom indicativo. Mas, para ele, "2015 será um ano muito difícil, de seca, com dificuldade econômicas, de falta de refinaria, mas estaremos junto a ele, apostando em um bom governo, mesmo com todas as dificuldades". Na visão de Guimarães, o Governo Camilo deve ser de investimentos para o homem."Temos defendido internamente que o Governo Camilo seja de investimentos para o homem. O Governo Cid se caracterizou pelas grandes obras. Agora o Camilo tem que concluir algumas dessas obras e definir ações que coloquem os cearenses como protagonistas. Está sendo um bom começo para quem quer uma gestão participativa e democrática".  Para ele, Camilo deve avançar com um sistema de gestão democrática participativa, projetos inovadores para fazer experiências novas na área de educação, de ciência e tecnologia. "Claro que todos as obras precisam ser concluídas, mas ele precisa deixar a marca do modo petista de governar". 

PT
Falando sobre o PT, Guimarães  foi muito claro. "Sou a favor de uma reforma dentro do PT, de organização partidária. Foi exatamente isso que o Lula disse (nas comemorações dos 35 anos do PT). Os diretórios tem que mudar a prática cotidiana. O PT se transformou em um grande aparelho eleitoral, só se mobiliza em época de eleição, deixou de ter relação com o cotidiano das pessoas simples. No congresso do PT, que acontecerá em junho, todos tem que ser ouvidos. O partido não soube conviver com a chegada ao governo e se institucionalizou deixando de fazer lutas sociais. Nos transformamos em uma máquina eleitoral e temos que ser uma máquina política transformadora para despertar novamente sonhos para os brasileiros. Temos que pegar o manifesto e atualizar de acordo com a conjuntura atual.  

As origens
"Hoje estar na liderança do governo federal ainda é um susto. Até os 15 anos morando no sertão cearense, nunca imaginei. Sempre quis morar na cidade grande, passar no vestibular, me formar, mas ser deputado, ainda mais federal, nunca pensei. Venci todas as dificuldades, mais a maior como militante do PT, como parlamentar, é a liderança. Minha missão é ser líder do governo, mas eu jamais quero deixar que o PT e a relação com o Ceará sejam perdidas, porque tudo que consegui na minha vida foi através da política. É desafiador, me assustou um pouco. Porque a gente sempre acha que está preparado para tudo, mas não está. Do menino que saiu lá do Encantado, para Fortaleza e depois para Brasília, o que muda é responsabilidade, mas os princípios não mudam". Foi assim que o deputado federal José Guimarães finalizou a entrevista falando sobre o que muda na sua vida com a nova função de líder do Governo, na Câmara 
Federal, no segundo mandato da Presidenta Dilma Rousseff. 

fonte: site Brasil 247


Secretaria de Serviços Públicos do Crato realiza mutirão de limpeza nos bairros Alto da Penha e Mutirão



 A Secretaria de Serviços Públicos do Crato iniciou os serviços de limpeza, coleta de lixo e entulhos, poda de árvores (quando autorizada pela Secretaria de Meio Ambiente) nos bairros Alto da Penha, Mutirão e no Conjunto Bezerra de Farias. Todas as áreas destes bairros serão visitadas.


Os serviços fazem parte da política de atendimento aos bairros, e seguem orientação do Prefeito Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos, que é proporcionar conforto, segurança e qualidade de vida aos cratenses. Qualquer informação ou reclamação, ligar no telefone: (88) 3523 1692

Prefeito do Crato e Secretário de Desenvolvimento e Turismo priorizam atração de novas empresas para o Município


O Prefeito do Crato, Ronaldo Sampaio Gomes de Mattos e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Município, Venâncio Saraiva, estiveram nesta quinta-feira, 26/02, em Fortaleza, para uma série de encontros e reuniões.

Pela manhã, fizeram uma visita técnica a empresa CCR Alimentos, onde foram recebidos pelo Diretor-presidente da empresa, Alexandre Mota, que prontamente mostrou-lhes as instalações da CCR.

Na oportunidade, o empresário Alexandre Mota apresentou também a sua loja-conceito aos visitantes, a Super Carne Prime, uma empresa moderna, sofisticada e bastante atraente. A CCR já tem carta de intenção para vir se instalar no Município cratense.

O prefeito do Crato, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, tem priorizado um trabalho voltado para atração de novos investimentos, incluindo a vida de novas empresas. Com isso, uma das atenções do gestor está voltada para a geração de emprego e renda, proporcionando o crescimento e consequente desenvolvimento do Município.


sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Foi FHC..............................



O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso teve uma imagem sua clicado pelo senador Cassio Cunha Lima  girando nas redes sociais em que aparece segurando uma nota de 2 reais e com a plaquinha "foi FHC", levantando uma mentira histórica: a de que ele (FHC) teria criado o Plano Real, que, na verdade foi criado por Itamar Franco.

Como FHC não está nem aí para a verdade histórica, acabou dando um tiro errado.

Tá  na internet um meme dele com a foto e um dizer....

foi FHC... .que chamou aposentados de vagabundos

foi FHC... que privatizou a CSN

 e da minha parte...


foi FHC quem criou a releição para ficar no poder por 8 anos.

foi FHC quem deixou o trabalhador brasileiro sem emprego

foi FHC quem privatizou o patrimônio brasileiro com moeda podre

foi FHC quem queria privatizar o Banco do Brasil e a Petrobras.(ainda bem que não conseguiu, nem ele nem o Serra).


Foi FHC que não sabe dizer onde gastou o dinheiro das privatizações.

Cínico, o FHC? de jeito nenhum. Apenas entreguista mesmo.

Caiado celebra hipocrisia: "não prejulgo Agripino"

É, outro kkkkkkkkkkkk. O Ronaldo Caiado jamais deixará punir seu colega de partido. Tudo é conversa fiada.
Veja o cinismo 2 agora do DEM:
O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), oferece ao seu correligionário e colega de Casa José Agripino Maia (RN), presidente nacional do partido, o benefício da dúvida negado aos seus adversários. Ele, que sustenta ao aliado o dirfeito de defsa, garante advogar a mesma coisa para petistas. “Em qualquer circunstância o cidadão tem o direito de se defender”, disse Caiado à Rede Brasil Atual.
Embora veiculadas pelo "Fantástico" no último domingo como inéditas, as denúncias contra Agripino foram reveladas pela revista CartaCapital em 2012, com o depoimento do lobista Alcides Fernandes Barbosa citando o senador. A denúncia agora foi reforçada em delação premiada do empresário George Olímpio. Ele afirmou que pagou propinas a políticos para facilitar a tramitação de uma lei que criava uma inspeção veicular que o beneficiaria no Rio Grande do Norte.
Agripino Maia teria pedido R$ 1 milhão. Entre 2008 e 2011, Olímpio montou um esquema para fornecer serviços ao Detran do Estado.
Na terça-feira (23), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de inquérito para investigar Agripino Maia. Como tem foro privilegiado, a abertura de investigações precisa ser autorizada pelo STF. O pedido da PGR é para que o parlamentar seja investigado por suposto crime de corrupção passiva. A decisão será da ministra Cármen Lúcia. Em nota divulgada na segunda-feira, o senador afirmou desconhecer "o teor da suposta acusação".
“Não faço pré-julgamento”, diz Caiado. “Eu tive o mesmo comportamento com o senador José Agripino que tive com Humberto Costa e com a Gleisi Hoffmann, dando a todos eles o direito de apresentarem suas defesas, até porque eu sou da tese de que nós já superamos o julgamento inquisitivo”, inbsistiu Caiado.
O senador se refere a denúncias do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, no final de 2014, contra os senadores do PT que, segundo o delator, teriam participado de esquema de corrupção na Petrobras. Na época, a deputada estadual em Pernambuco Teresa Leitão (PT) divulgou uma nota na qual afirmou que Humberto Costa foi citado em um “contexto sem qualquer comprovação”.
Questionado sobre punição do partido a Agripino Maia, Caiado declara que a situação do senador é a mesma dos petistas. “Quando citaram a Gleisi Hoffmann e o Humberto Costa você não me viu ir para a tribuna pedir a cassação deles. Dei a eles o direito de defesa. Eles não podem ser tratados diferentemente do caso Zé Agripino”, compara. “O que nós estamos dizendo claramente é uma coisa só. A Gleise Hoffmann já foi cassada pelo PT? O Humerto Costa já foi cassado?”
Porém, se não cobrou punição dos petistas na tribuna do Senado, Caiado usa termos virulentos nas redes sociais. "Em vez de ir para reuniões de incitações ao ódio, Lula deveria ir à CPI da Petrobras explicar os assaltos cometidos por ele e seu governo", escreveu, por exemplo, na última quarta-feira. E continuou: "Lula tem postura de bandido. E bandido Frouxo!"
O senador goiano diz ainda que “sendo comprovado (o que se denuncia contra o presidente de seu partido)”, poderiam ser tomadas eventuais “medidas necessárias”, mas não disse quais. “As medidas que o partido decidir.”
Ele é o mesmo senador que, em 2008, durante depoimento da então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff à Comissão de Infra-Estrutura do Senado, dirigiu-se à futura presidenta nestes termos: "A senhora mentiu na ditadura, mentirá aqui?” E ouviu como resposta: "Me orgulho imensamente de ter mentido, porque salvei companheiros da tortura e da morte".

fonte: Brasil 247

Beto Richa culpa Dilma por sua incompetência

KKKKKKKKKKKKKKKKKK, EITA POLÍTICO CÍNICO ESSE BETO RICHA. DEPOIS DE PRATICAMENTE QUEBRAR O PARANÁ COLOCA A CULPA NA PRESIDENTE. DEVERIA TRABALHAR MAIS PELO POVO QUE O ELEGEU. 
COMO DIZ O REQUIÃO, QUE  ESTÁ CERTO: A SITUAÇÃO ATUAL DO PARANÁ É FRUTO DA INCOMPETÊNCIA DO GOVERNADOR RICHA. 

Pela primeira vez o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), admitiu ter cometido ‘erros’ durante a condução de alguns temas relativos ao Estado em 2015. Com dívidas na casa dos bilhões com fornecedores e débitos pendentes com parte do funcionalismo, o tucano disse que o momento é de “buscar o entendimento”com as vozes descontentes.
“Houve um erro, mas foi involuntário. Nós tínhamos urgência em implantar essas propostas. Agora, retiramos e estamos discutindo. Eu sou do diálogo, do entendimento”, disse Richa ao jornal Folha de S. Paulo, a respeito do ‘pacotaço’ – série de medidas de arrocho fiscal, que atingem benefícios do funcionalismo público estadual.
Acusado por um suposto ‘estelionato eleitoral’, por ter dito durante as eleições que as contas do Paraná estavam saneadas, Richa negou e afirmou que, no seu primeiro mandato, ele já vinha “equacionando as dívidas”. “Eu estava saneando as contas e fazendo, investindo. Há contratações, obras. Nada disso existia. O Estado está avançando, e a dívida é administrável”.
Richa alegou que pegou o Paraná com “R$ 4,5 bilhões em dívidas”, mas nem assim deixou de investir, o que torna o Estado “muito melhor que antes”. O governador anterior ao tucano foi o senador Roberto Requião (PMDB), que vem ironizando há semanas as alegações de Richa para a crise vivida pelo Estado.
Sobre as finanças, o governador paranaense insistiu que a causa do problema é a situação econômica nacional. É uma alegação já usada antes pelo colega de partidoGeraldo Alckmin, para falar dos problemas no Estado de São Paulo. Mas Richa repassou à presidente Dilma Rousseff uma situação que lhe foi “imposta”, segundo suas palavras.
“No ano passado, nosso orçamento não se confirmou, porque foi baseado em projeções e expectativas anunciadas pela própria presidente. ‘A economia está aquecendo, vai crescer 5%...’. Não houve isso”, comentou. Por fim, tentou demonstrar firmeza e despreocupação com a sua queda de popularidade, afirmando que ela pode oscilar, mas “o que não pode oscilar é a coerência”.
fonte: Yahoo

Mulher pega marido com amante em sessão do filme 50 tons de cinza

Parece piada, mas não é. Uma mulher pegou o marido com a amante durante uma sessão do filme Cinquenta Tons de Cinza e o ‘tempo fechou’. O flagrante, registrado em vídeo, não demorou a cair na internet e viralizar.
Segundo o jornal Diário de Pernambuco, a confusão aconteceu na capital do Estado, em uma sala do Plaza Shopping Recife, em Casa Forte. Nas imagens, é possível ver uma mulher transtornada puxando a camisa e agredindo um homem.
Enquanto parte do público prefere não dar bola e continua assistindo ao filme, outra para tudo o que está fazendo para acompanhar a briga e colocar um pouco de lenha na fogueira. Alguns reclamam, ironicamente, pedindo para assistir o filme de novo em outra sessão.
Ainda de acordo com o jornal, o Shopping Plaza Recife confirmou o tumulto, dizendo que a mulher estava na sessão do filme e LÁ DENTRO viu o marido com a amante. A briga teria durado dois minutos e seguranças foram chamados para retirar o casal. A projeção seguiu até o final sem novos incidentes.
O filme Cinquenta Tons de Cinza já registrou outras situações no mínimo curiosas no Brasil e em outros países. Em São Paulo, pais levaram crianças para assistir ao filme, cuja classificação é de 16 anos. Na Escócia, três mulheres foram presas por incomodarem e depois agredirem um homem. No México, uma mulher foi retirada do cinema após uma sessão de masturbação, flagrada pelos demais presentes.
fonte: site Yahoo

Faleceu hoje o eterno Dr. Spock, o ator Leonard Nimoy aos 83 anos

Leonard Nimoy, o eterno Spock de Star Trek (no Brasil, conhecido como Jornada nas Estrelas), morreu nesta sexta-feira, 27, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A notícia foi confirmada pela esposa dele, Susan Bay Nimoy, ao jornal The New York Times. Nimoy tinha 83 anos.
O ator foi internado na semana passada, às pressas, em um hospital de Los Angeles - ele morava em Bel Air -, com dores no peito, algo que vinha sendo recorrente no cotidiano de Nimoy, cuja saúde estava bastante debilitada.
De acordo com a esposa dele, Nimoy sofria de uma doença pulmonar grave, em estádo terminal, que obstruía a sua respiração. A doença, COPD, também conhecida como doença pulmonar obstrutiva crônica, é decorrente dos anos dele como fumante. No próprio Twitter, Nimoy havia revelado que abandonou o vício há 30 anos, mas isso não impediu a doença de se espalhar pelo seu pulmão.
fonte: site da Yahoo

BB vai pagar indenização a cliente em Crato

O juiz José Batista de Andrade, titular da 1ª Vara Cível da Comarca de Crato, condenou o Banco do Brasil a pagar indenização de R$ 58.853,71 a cliente que teve cartão bancário clonado em golpe conhecido como “chupa-cabra”.

De acordo com o magistrado, a empresa não apresentou contestação no prazo estabelecido, por isso, o processo foi julgado à revelia. Na sentença, fixou indenização por danos materiais no valor de R$ 50.973,71 e R$ 7.880,00 a título de reparação moral.


Conforme o processo (nº 32429-08.2013.8.06.0071), em 2013, uma moradora de Crato foi até uma agência do Banco do Brasil, em Fortaleza, para utilizar o caixa eletrônico. No momento em que se dirigia ao equipamento, um desconhecido direcionou-lhe a outro terminal, justificando que aquele estaria quebrado. Dias depois, ao tirar extrato da conta, ela percebeu que haviam sido feitos saques e movimentações que somavam R$ 50.973,71.

Ao investigar o fato, descobriu que o caixa utilizado por ela na Capital estava com o equipamento conhecido como “chupa-cabra”, que copiou informações e senhas do cartão. Nas filmagens das câmeras de segurança foi possível ver o homem que a indicou para o caixa fraudado manipulando o equipamento ao longo do dia. Mesmo após constatar a fraude, a instituição financeira não restituiu os valores desviados da conta da cliente. Para reaver os valores, a cliente ingressou com ação na Justiça.

URCA realizará colóquio para debater temas sociais

Departamento de Ciências Sociais da URCA estará realizando período de 04 a 06 de março de 2015 o Colóquio Reflexões Sociais, Politicas e Antropológicas das Eleições Presidenciais de 2014 e suas consequências para o futuro, cujo objetivo geral é Discutir as influencia sociais, politicas e econômicas globais no processo de formação da democracia latina americana e suas consequências na construção da sociedade brasileira.

O evento que é Coordenado pelo Professor Doutor Roberto Siebra contará com Conferências, Painéis Temáticos, Minicursos e Atividades Culturais que todas orientadas por temas centrais no debate das grandes áreas das Ciências Sociais. 

Germano Correia afastado do cargo de prefeito de Araripe

O Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ),  em Brasília,  voltou a cassar o mandato do prefeito de Araripe, Jose Humberto Germano Correia. A decisão foi tomada pelo ministro João Otávio de Noronha, relator do processo que apreciava a cassação enviada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), para o TSE. A medida ainda cabe recurso, mas não tem mais efeito suspensivo, o que significa dizer, que a defesa do prefeito pode recorrer, mas terá de ser afastado imediatamente do cargo.

Com a decisão,  o TSE já enviou ofício para o TRE-CE, que por sua vez irá comunicar o afastamento de Humberto Germano ao juiz do município. O atual presidente da Câmara Municipal de Araripe, vereador Damião de Senhor deve tomar posse nos próximos dias e permanecerá no cargo até que seja realizada eleição suplementar no município, em data ainda a ser definida pelo TRE.


Essa foi a segunda vez que o prefeito Humberto Germano foi afastado. Em maio do ano passado, o TRE decretou a perda de mandato, após confirmar que o prefeito praticou crime eleitoral na campanha de 2012, contratando 150 servidores terceirizados. Na época, Humberto Germano chegou a ser afasatado, mas se mantinha no poder por meio de uma liminar no próprio TSE.

Cariri Shopping vai homenagear mulheres

O Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 8 de março, mas as homenagens no Cariri Garden Shopping começam bem antes, no dia 6. Para celebrar a data, o empreendimento administrado pelo Grupo Tenco, lança a campanha ‘Sessão de Beleza no Cariri Garden Shopping’, com serviços dedicados exclusivamente para as mulheres do Cariri, no átrio do shopping.

Ao utilizar um dos serviços oferecidos pelos lojistas participantes da campanha, as clientes receberão um voucher especial que poderá ser trocado por um par de ingressos de cinema. Segundo os organizadores, serão disponibilizados cerca de 200 ingressos. A ação acontece durante os dias 6, 7 e 8 de março no horário das 10h às 22h.


O gerente de marketing do complexo, Eduardo Duffles, destaca a importância de uma campanha dedicada às mulheres. "Queremos retribuir com dedicação e com carinho às mães, amigas e as mulheres batalhadoras que se dedicam diariamente guerreiras sem perder o seu charme e sensibilidade".
Segundo Eduardo, estarão participando, além da empresa de filmes Orient Cinemas, as marcas O Boticário, Adcos, Farmácia Pague Menos, Belarus e Mahogany. Para mais informações e detalhes deste e de outros serviços do Cariri Garden Shopping, ligue: (88) 2101-5444.

MPT vai fiscalizar eleições no Sindicato dos Comerciários de JN

O Ministério Público de Trabalho (MPT) vai intervir na eleição do Sindicado dos Comerciários de Juazeiro do Norte. A informação é da procuradora do Trabalho. Lorena Brandão, que vai coordenar e fiscalizar o pleito programado para o dia 9 de março, na sede do sindicato. A medida, segundo a procuradora visa dar mais segurança e transparência à eleição. Nesta quinta-feira (26), a chapa de oposição ingressou no MPT com pedido de proibição de campanha na sede do sindicato.

Com a aproximação da eleição, os ânimos ficaram acirrados entre as duas chapas. A situação que tem à frente a atual presidente Toinha e a oposição encabeçada pela comerciária Fátima Torres. Toinha está à frente do sindicato há 11 anos e pela primeira vez, enfrentará uma oposição consistente e disposta a muda a direção da entidade.


Denúncias de filiações ilegais estão sendo apurada tanto no Ministério do Trabalho quanto na Polícia Civil de Juazeiro do Norte, Alguns comerciários se sentido lesados procuraram a Polícia para denunciar que seus nomes constam numa lista de filiados que teriam participado em outubro de 2012, da assembleia geral da categoria que aprovou a ampliação da base de atuação do sindicato, ou seja, comerciários de cidades vizinhas poderiam desde então se filiar a entidade em Juazeiro do Norte e com direito a voto nesta eleição.
No entendimento da Chapa 2 (oposição), as assinaturas contidas na ata da assembleia foram falsificadas, portanto, devem ser anuladas.


De acordo com o assessor jurídico da atual diretoria (chapa 1), Francisco Bacurau Bento, a intervenção do MPT na eleição é mais do que justa pois garante a legitimidade do pleito.

Salitre vai debater problema hídricos em audiência pública

Nesta sexta-feira (27), a Câmara Municipal de Salitre, no Cariri Oeste,  realiza uma Audiência Civil Pública para encontra soluções para a falta de água na cidade e na zona rural.  Neste momento, o presidente da casa legislativa,  vereador Aldeir Fialho (PT) acaba de fazer a abertura do evento, que conta com as presenças do prefeito Rondilson Ribeiro (PT ), da vice-prefeita, Júlia Cristina Miranda (Pros), autoridades e moradores da cidade.

Os 18.800 moradores de Salitre já vêm sofrencolapsoa falta d'água na zona urbana que é distribuída pela Cagece, desde o final do ano passado. Devido a estiagem que atingiu o município alguns locais da sede o líquido não chega as torneiras das residências, o que faz com a população se obrigue a comprar vendida por carroceiros ao preço de R$ 5, 00 o vasilhame de 200 litros. Vale ressaltar que essa água é imprópria para o consumo humano, portanto utilizada apenas para os afazeres domésticos.


blog do Flávio Pinto

Deputado Ailton Brasil votou a favor dos agentes comunitários de saúde

O deputado estadual Zé Aílton Brasil (PP), cuja base eleitoral é no Crato, na Região do Cariri,  votou favorável a modificação na emenda que cria o piso salarial para os agentes comunitários de saúde. A modificação diz que os agentes comunitários de saúde vinculados ao Estado do Ceará  terão o reajuste correspondente aos índices utilizados para os demais servidores públicos estaduais, independente das repercussões de suas remunerações oriundas do Estado Federal.

A emenda é de autoria do deputado Audic Mota (PMDB). Durante votação da modificação, mesmo com o encaminhamento contrário do líder do Governo, Evandro Leitão (PDT), a proposta foi aprovada com 22 votos favoráveis e 19 contrários


Além de Zé Ailton Brasil foram favoráveis à emenda do peemedebista  aliados e oposição ao Governo Camilo Santana. Os  deputados favoráveis foram: Danniel Oliveira (PMDB), Ely Aguiar (PSDC), Aderlânia Noronha (SD), Agenor Neto (PMDB), Bruno Gonçalves (PEN), Wagner Sousa (PR), Carlos Matos (PSDB), David Durand (PRB), Silvana Oliveira (PMDB), Elmano de Freitas (PT), Fernanda Pessoa (PR), Ferreira Aragão (PDT), Heitor Férrer (PDT), Lucilvio Girão (SD), Roberto Mesquita (PV), Carlos Matos (PSDB), Naumi Amorim (PSL), Renato Roseno (PSOL), Roberto Mesquita (PV), e Walter Cavalcante (PMDB).
Agora as modificações serão debatidas nas comissões técnicas da Casa.

Oposição questiona passagens para cônjugesl

As bancadas do PSDB e do PPS na Câmara dos Deputados anunciaram ontem que vão abrir mão do novo benefício aprovado pelo comando da Casa que permite que cônjuges dos deputados ganhem passagem aérea para Brasília.
O líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), afirmou ainda que deve entrar com um pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar a regalia. Os dois partidos reúnem 64 deputados - sendo 54 tucanos e dez do PPS. A autorização para o uso de bilhetes do Estado de origem para a capital federal para mulheres e maridos dos parlamentares foi aprovada na quarta-feira (25) pela cúpula da Câmara, dentro de um pacote de reajuste para benefícios dos deputados. O impacto anual nos cofres da Casa será de R$ 150,3 milhões.
Para o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), e para a terceira secretária da Casa, deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), o pagamento de passagens aéreas para esposas e maridos de parlamentares está na contramão do que a sociedade espera de seus representantes no Congresso. O benefício foi aprovado pela Mesa Diretora da Câmara, com o voto contrário da deputada, representando a opinião da sigla.
De acordo com líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), também disse que seu partido não utilizaria o benefício. "Isso está errado. Não vai na linha de austeridade (defendida no País atualmente)", disse Alencar, que ainda requereu ao presidente da Casa que questões como essas fossem discutidas no colégio de líderes, onde há participação de todos os partidos, e não nas reuniões da Mesa Diretora, da qual apenas a cúpula da Câmara participa.
Segundo o líder do PSDB, os deputados tucanos não usarão esses recursos. "O PSDB não fará parte dessa vergonha, também em respeito aos próprios cônjuges de seus parlamentares", afirmou Sampaio