quinta-feira, 30 de maio de 2013

SINDICALISTA JÚNIOR MATOS VENDE TERRENO DOADO PELO MUNICÍPIO

Por Madson Vagner
 
Repercute no município do Crato a informação de que o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Crato (Sindsmcrato), Francisco de Matos Júnior, conhecido como Júnior Matos, negociou irregularmente um terreno doado pela prefeitura no ano de 2005.
O terreno localizado no loteamento Novo Horizonte, Bairro Granjeiro, foi doado pelo ex-prefeito Samuel Araripe e vendido por R$ 100.000,00 (Cem mil reais), no ano de 2010, cinco anos depois da doação. A área com 10.000 m² foi registrada no Cartório Geraldo Lobo e, segundo legislação municipal, só poderia ser negociada após 20 anos.

Ainda segundo a legislação municipal, o sindicato tinha um prazo de 2 (dois) anos para fazer os benefícios contidos no Protocolo de Intenções. Para receber a doação da área, o sindicato se comprometeu em construir um Centro de Integração, Capacitação e Lazer para os servidores municipais do Crato, o que, não aconteceu e o sindicato se desfez da área.

O presidente Júnior Matos foi procurado para falar sobre o assunto e destacou que as obras na área foram iniciadas; mas, após avaliação da real situação financeira para sua conclusão a base do sindicato decidiu, em assembleia, vender o terreno para adquirir uma sede própria no centro da cidade. Júnior Matos argumenta que tudo aconteceu com o consentimento dos associados e da administração da época que não questionou a transação.

Sobre as desconfianças de que o dinheiro não teria sido empregado na sua totalidade, em prol do sindicato, o presidente ressalta que está no seu terceiro mandato e jamais deixou de fazer a prestação de contas junto aos associados.

Quanto ao prazo para negociação, previsto em lei, não ter sido respeitado, o presidente admitiu que a decisão não foi apreciada pela Câmara, mas que, reiterou que houve a anuência da gestão Samuel Araripe.

Procurada pela nossa reportagem, a atual administração do Crato, disse através da sua assessoria, que vai enviar o caso a sua procuradoria para analise e depois encaminhá-la para as providências cabíveis à atitude. 

JARDIM: OPOSIÇÃO PEDE INVESTIGAÇÃO


“Por favor, alguém tem alguém da justiça aí”. É o que falta os vereadores da oposição no município de Jardim gritar aos quatro ventos. Na última sessão da Câmara, sexta-feira (24), os vereadores Pequim Roriz (PR) e Maria Dolores (PSD), fizeram denúncias gravíssimas contra a administração da prefeita Analeda Luz (PMDB). Pequim disse ter sido abordado por estudantes da Escola Dr. Romão Sampaio que pediam uma ajuda para completar uma cota para pintar e fazer reparos na escola. “A escola está abandonada pelo poder público”, disse o vereador. Já a vereadora Dolores destacou a falta do transporte escolar. O pagamento dos terceirizados, ou agregados, está atrasado desde dezembro de 2012. A informação foi confirmada pelo vereador da situação Nego Sarna (PMDB). Vergonha!
 

.................................................................................................

A situação dos estudantes de Jardim é tão precária que, segundo a vereadora Dra. Liliane (PTC), eles estão indo a escola em lombo de burro, já que, o transporte escolar não chega. Grande parte dos motoristas está paralisando as atividades por falta de pagamento. E a vergonha não fica por aí. O prédio onde funciona o Demutran e a Polícia Militar está sem energia. Segundo a vereadora Dra. Donizete (PT), o motivo foi a falta de pagamento e a descoberta de um “gato”, pra ser mais direto: roubo de energia. Pra finalizar é bom lembrar que a prefeita Analeda Luz vetou a Lei da Ficha Limpa, proposto pelos vereadores de oposição. Mas, a oposição tem maioria na casa e derrubou o veto da prefeita. A questão é: porque a prefeita de Jardim não quer a Lei da Ficha Limpa? Será que Analeda é contra a moralidade? Vá entender!

BARBALHA: ECONOMIA SE AGITA COM FESTA DE SANTO ANTONIO

A Festa de Santo Antônio começa no domingo, 2 de junho, mas os diversos setores da economia de Barbalha já comemoram os efeitos positivos com o evento. O comércio é um dos segmentos mais beneficiados, com aumento nas vendas que vão de 10% a 50%, a depender do setor. Para a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) local, é um reflexo que a cidade começa a sentir vários dias antes de começar a festa. Em dado levantado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico local, a movimentação financeira gerada para o período é de R$ 15 milhões.

A presidente da CDL, Suzete Luna, destaca o crescimento que a festa tem obtido nos últimos anos, se configurando como a maior do Nordeste. "De fato, há uma movimentação turística expressiva", diz ela. E com certeza, conforme a presidente da CDL, isso deixa um resultado significativo para a economia da cidade.

Barbalha passa a ter uma população flutuante, segundo Suzete Luna, principalmente de pessoas da cidade que moram em outras localidades do país, e que neste período da festa de deslocam até o município. Os segmentos de confecções e calçados são os mais destacados em termos de comércio.

Esses setores vendem bem durante essa época do ano, conforme e presidente da CDL. A festa conta com 12 dias de realização, sendo que a abertura passa a ter uma movimentação maior, em virtude do carregamento do pau da bandeira.

MPE DE OLHO EM GOLPES EM PREFEITURAS

Os promotores de Justiça que auxiliaram a Procuradoria do Crimes Contra a Administração Pública (Procap) concederam entrevista coletiva, na manhã de ontem, na Escola Superior do Ministério Público (Esmp), para falar sobre a ´Operação Vil Metal´, desencadeada na manhã da última terça-feira, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O coordenador da Procap, promotor Maurício Carneiro, disse que o Ministério Público Estadual (MPE), desde a elucidação do "escândalo dos banheiros", descobriu que a empresa envolvida no caso, a ´Dimetal Construções e Serviços Limitada´, continuou agindo criminosamente em outras cidades cearense e até fora do Ceará.

Já o promotor Luiz Alcântara informou que a ´Dimetal´ está registrada em nome de dois serventes de pedreiro, que nunca receberam um centavo, nem tiveram dinheiro depositados nas suas contas bancárias.

Somente no cartório de Messejana, foram assinadas 19 procurações públicas, dando aos membros da quadrilha poderes para fazer movimentação financeira, participar de processos licitatórios e firmar contratos de serviços com prefeituras de vários Municípios do Interior do Estado do Ceará.

Além de São Gonçalo do Amarante, ex-administradores de outros 23 Municípios estão sob investigação. Alcântara preferiu não citar os nomes das demais cidades, já que as investigações ainda estão se desenrolando.

Conforme o Ministério Público, esquema criminoso que desviava verbas públicas através de fraudes licitatórias passou a ser descoberto a partir do momento que em que ficou constatado que a empresa não tinha nenhum servidor e vencia todos processos de licitação para oferecer serviços à Prefeitura de São Gonçalo do Amarante.

CAIXA: GOLPE DO “ERRO” É UMA FRAUDE

Os telejornais (sic) do Gilberto Freire com “i” (*) reproduziram a tecnologia da bolinha de papel que pesava dois quilos, e os “aloprados” que foram usados para abafar o escândalo das ambulâncias amplamente super-faturadas na jestão Cerra no Ministério da Saúde.

É a estratégia do Golpe preventivo.

Como os boatos que provocaram uma corrida às agências da Caixa podem revelar uma esperteza que seria empregada no calor da eleição presidencial do ano que vem, o PiG (**) saiu lépido em busca do “erro” da Caixa que provocou a corrida.

É o que fizeram todos os telejornais (sic) do Freire com “i”: a culpa é da Caixa, antes que …

Diz a manchete do Globo desta terça-feira:

“Governo culpa 3º escalão por erro (sic) …”

Estadão, em comatoso estado:

“Caixa admite erro”…

Folha (***):

“Caixa admite que cometeu erro”…


Em coro.

Parece ensaiado.

E é.

É preciso desmoralizar o Bolsa Família – como tenta o Eduardo – e o Enem, obras do Nunca Dantes.

(O Enem bateu record, com mais de 7 milhões de inscritos, e o Bom (?) Dia Brasil fez uma “reportagem” sobre os defeitos …

Deve ser porque os filhos do Dr Roberto – eles não têm nome próprio – jamais se deram ao trabalho de fazer vestibular para uma faculdade. Nasceram sabendo.)

Leia a seguir uma nota oficial da Caixa sobre a fraude do Golpe  Golpe,  e a entrevista que o ansioso blogueiro fez, por telefone, com José Urbano Duarte, vice-presidente de Governo da Caixa:


PHA: Eu vou conversar agora com José Urbano Duarte. Ele é Vice-presidente de Governo da Caixa Econômica Federal. Entre setembro de 2009 e dezembro de 2010, ele conduziu a gestão do programa “Minha Casa Minha Vida”, como Superintendente Nacional na área criada para essa finalidade. Em janeiro de 2011, ele ocupou a Superintendência Geral em Brasília, até assumir esse novo cargo de Vice-presidente de Governo.  Eu gostaria primeiro de estabelecer uma certa cronologia – para que eu possa entender e também os nossos leitores e os nossos ouvintes do Conversa Afiada:

Nos dias 18 e 19 desse mês, houve uma corrida aos postos de recebimento do Bolsa Família em muitos estados do País.

Boatos que criaram a expectativa de que não teria dinheiro para pagar. O presidente da Caixa, Jorge Hereda confirmou que, no dia 17, véspera dos boatos, houve uma mudança na escala de pagamento, e todo o dinheiro do programa foi liberado – eu estou lendo aqui a primeira página do jornal Folha de São Paulo.

Eu lhe pergunto: existe uma relação entre essa mudança na escala de pagamentos e a corrida ?


Urbano: Olha, nós não acreditamos nisso. E não é apenas por uma percepção individual da Caixa. É em função de um histórico. Por quê ? As pessoas sempre vão receber seus benefícios naquele dia em que está definido no seu cronograma. Então, não haveria nenhum motivo para que fossem antes. Além disso, quando a gente compara historicamente os pagamentos, a gente verifica que no dia em que é liberado o pagamento de um determinado grupo de famílias, cerca de 70%, no limite 80%, vão naquele mesmo dia receber. Muitos deixam para receber em dias posteriores, porque é mais convenientes para eles.  Não existe nenhum tipo de motivação que levasse a esse recebimento, ou a essa corrida. Especialmente num sábado à tarde. No dia da própria abertura, na sexta-feira (17), a quantidade de pagamentos  foi inferior à quantidade de pagamentos que teve, por exemplo, na sexta-feira do mês de abril. Então, não havia naquele dia nenhuma anormalidade. Somente no sábado, na parte da tarde, é que começou a ter um movimento adicional.

PHA: A partir de quando a mudança começou a funcionar? Na sexta-feira ?
Urbano: Seria possível as pessoas sacarem já na sexta-feira (17), mas não ocorreu esse movimento que aconteceu sábado à tarde. Só aconteceu sábado à tarde, com um detalhe: não foram em todos estados e todas as cidades: (os saques) foram concentrados em treze estados. Em diversos  estados do País o movimento – mesmo no sábado – foi normal.  Nós não tivemos que tomar nenhuma medida extraordinária para administrar o fluxo adicional de pessoas em nossas unidades.

PHA: Então, para fixar corretamente: a mudança começou a ser efetuada na sexta-feira (17) e a corrida foi na tarde de sábado (18).
Urbano: Exatamente.

PHA: E esse movimento de sexta-feira foi absolutamente igual ao da sexta-feira anterior. E a corrida não se registrou no País inteiro – o que teria ocorrido se a causa fosse a mudança da escala (de pagamentos).

Urbano: É, a nossa visão, a nossa análise, é exatamente essa. Não faz sentido para nós que tenha acontecido em alguns lugares e não tenha acontecido em outros. Que tenha acontecido no dia seguinte e não tenha acontecido na sexta.  Mas, enfim, evidente que ,em função do fato e da proporção que tomou, a Polícia Federal vai investigar e chegar às conclusões. Nós estamos dando todas as informações para que eles possam chegar a uma conclusão. Mas a nossa leitura é exatamente essa que você fez.

PHA: José Urbano, qual foi o erro, a informação equivocada, pela qual o presidente da Caixa, Jorge Hereda – pediu desculpas ? É que no “Bom Dia Brasil” de hoje e no “Jornal Nacional” de ontem, o senhor, José Urbano Duarte, é responsabilizado por ter cometido esse erro. Qual foi esse erro? Se é que se pode chamar assim.
Urbano: Esse erro foi o seguinte, Paulo: durante o final de semana, no sábado e no domingo, as agências estão fechadas. Então, você não tem uma estrutura de atuação que você tem em uma segunda, uma terça, enfim, em um dia de útil.  Então, o que nós focamos no final de semana, foi em tentar administrar um movimento atípico, um momento absolutamente atípico em uma agência bancária num final de semana. Nós tínhamos todo o interesse em fazer com que esse movimento voltasse à normalidade. Então as nossas medidas no sábado e no domingo eram de passar tranquilidade para as famílias, para que elas soubessem que (o boato) não era verdade. Quando nós chegamos às agências no final de semana, o que as pessoas verbalizavam era que estavam indo lá porque tinham recebido a informação de que o Bolsa Família ia acabar naquele sábado à noite, e quem não fosse lá receber ia perder.  Fruto disso, nós tínhamos o objetivo de passar tranquilidade. Esse foi o nosso foco durante todo o fim de semana. Na segunda-feira de manhã (20), eu dei uma entrevista ao “Bom Dia Brasil”, em que me foi perguntado quando a gente abriu para pagamento. A informação que eu tinha naquele momento, inclusive por que na sexta-feira tinha sido tudo absolutamente normal, era que a abertura tinha acontecido no sábado – inclusive em função do problema. E não era isso. A abertura tinha acontecido já na sexta-feira, embora não tenha acontecido [a corrida de saques] na sexta-feira. Em relação a isso é que a gente se retratou.

PHA: Para deixar claro de novo. Sua entrevista foi na segunda-feira, às sete horas da manhã. Portanto, a corrida já havia acontecido no sábado e no domingo. Então não há nenhuma relação entre sua entrevista e a corrida?
Urbano: Perfeitamente, minha entrevista não foi motivadora disso porque ela foi posterior ao problema.  Eu tinha uma informação imprecisa e validei ela durante a entrevista. Hoje as pessoas fazem uma imagem de que isso foi incorreto. E foi incorreto mesmo, eu tinha que ter a informação naquele momento, não tinha, e por isso a gente se desculpou. Mas não acredito que essa informação tenha causado alguma coisa no passado.

PHA: Ou seja, não há relação de causa e efeito entre uma entrevista dada ao “Bom Dia Brasil” – o programa se chama “Bom Dia Brasil”, o que é uma liberdade, uma vez que deveria se chamar “Mau Dia Brasil”.
Urbano: Risos.

PHA: … o programa chamado “Bom Dia Brasil”  vai ao ar às sete e trinta da manhã, horário de Brasília. Logo, (uma entrevista) na segunda-feira às sete e trinta da manhã não podia causar uma corrida na tarde de sábado, não é isso?
Urbano: Perfeito, Paulo. Nossa avaliação é essa também.


SE O AMIGO LEITOR QUISER OUVIR A ENTREVISTA CLICK NO BLOG DO JORNALISTA PAULO HENRIQUE AMORIM

www.conversaafiada.com.br

EM BARBLHA HOMENAGEM A RADIALISTA MACIEL SILVA

O vereador Aurino Saraiva apresentou projeto de lei na Câmara municipal de Barbalha em que homenageia o radialista Benedito da Hora (Maciel Silva) com nome de rua no loteamento localizado às margens da Avenida Costa Cavalcante. 

Aurino destacou que Maciel Silva foi um exemplo de competência,  ética e responsabilidade no meio radiofônico. Respeitado por todos os profissionais do rádio Maciel era um profundo conhecedor tanto da área técnica do rádio como na parte artística.  

Aurino ainda afirmou que a homenagem a Maciel Silva também é uma maneira de homenagear os profissionais do rádio de Barbalha e região, que tanto admiravam e respeitavam o seu trabalho. 

No ultimo mês de março, aniversário de morte de Maciel Silva, o prefeito José Leite sancionou e promulgou o Projeto de Lei de autoria do vereador Aurino Saraiva e aprovado por unanimidade pela Câmara municipal de Barbalha. No final da tarde do último sábado, 25, o autor do projeto, familiares e amigos do homenageado participaram da solenidade de fixação da placa denominativa.


Maciel Silva

Maciel Silva começou a sua carreira no rádio, na Rádio Iracema, na cidade de Juazeiro do Norte, Ceará. Em Barbalha, trabalhou na instalação da Rádio Verdes Canaviais FM, serviços de alto-falantes locais e Rádio Cetama AM. Teve ao seu lado os radialistas Silva Neto, Josélio Araújo, quando se mudou para Barbalha. Por ultimo Maciel Silva trabalhava como apresentador do programa de entrevistas “Flagra” e era integrante da assessoria de imprensa da Câmara Municipal de Barbalha. Maciel Silva faleceu no dia 23 de março de 2003 e deixou aos familiares e amigos o exemplo de uma vida dedicada a família e ao trabalho, e um amor incondicional pelo Rádio.   

ABATE DE ANIMAIS DE VÁRZEA ALEGRE SERÁ FEITO EM IGUATU



Aconteceu no Salão de Atos, da Secretária de Educação, na noite da última terça-feira, 28, reunião entre a Prefeitura da cidade, representada pelo prefeito Vanderlei Freire (PSD), o Ministério Público, nas pessoas dos promotores Dr. Oscar Stefano e Dr. André Luiz, o presidente do Conselho do Meio Ambiente, Laece Oliveira e os marchantes da cidade para discutir sobre o abate de animais após a interdição do matadouro púbico de Várzea Alegre pela Semace.

O prefeito Vanderlei Freire disse que diante do fato, que não é culpa da Prefeitura, haja vista que o abatedouro público é antigo, o Município bancará a logística de transporte desses animais para o matadouro público regional da cidade de Iguatu. O promotor, Dr. Oscar Stefano, disse que o matadouro regional de Iguatu é o que reúne as condições legais para o abate de animais.

Num primeiro momento, houve contato da Prefeitura com os responsáveis pelo matadouro da cidade de Lavras da Mangabeira para receber a demanda de Várzea Alegre para este fim de semana.

O abate em Iguatu será feito a partir da próxima semana com o primeiro transporte no domingo, 02 de junho, o abate acontece na segunda-feira, 03 de junho e o retorno da carne será na terça-feira, 04 de junho.

O segundo transporte de animais para abate acontecerá na quarta-feira, 04 de junho, o abate será quinta-feira, dia 05 de junho e o retorno será na sexta-feira, dia 06 de junho.

Quanto às taxas de abate em Iguatu, o bovino custará R$ 61,00, o caprino, R$ 40,00 e o suíno R$ 22,00. No caso do bovino será descontado R$ 15,00, referente ao preço do couro.

A solução definitiva para o problema poderá acontecer em seis meses, prazo fixado entre a Prefeitura e o Ministério Público, via TAC - Termo de Ajustamento de Conduta, para conclusão do novo matadouro público da cidade.

Os promotores fizeram questão de frisar que o abate clandestino de animais será severamente investigado, e caso haja, flagrante o responsável pelo abate será preso e responderá a processo.

Também será punido o dono de frigorífico que comercializar carne oriunda de abate clandestino.

Os promotores também pediram que os marchantes denunciem o abate clandestino.

fonte: Assessoria de imprensa
Prefeitura de Várzea Alegre

A CIDADE SE ESCONDE ATRÁS DA PUBLICIDADE

 
 
Por Alexandre Lucas*

Indiscutivelmente os centros das cidades são locais de grande fluxo de pessoas por concentrarem as demandas de serviço e comércio, sendo alvo  privilegiado da tirania comercial da publicidade que de forma desastrosa e criminosa vem destruindo o patrimônio arquitetônico e poluindo visualmente as cidades. 

As fechadas dos prédios vão sendo tomadas por gigantescas placas como se quisesse sinalizar que quanto maior a placa melhor o produto ou algo similar.  Esse fator contribui significativamente para apagar a memória e a temporalidade arquitetônica e favorece para o esvaziamento das relações de identidade e pertencimento da cidade.

Os lambe-lambes comerciais, cartazes de diversos tamanhos  afixados com cola, agridem a visão e o patrimônio público e privado das cidades. Nada parece escapar dos lambe-lambes comerciais: paredes, postes, telefones públicos, tapumes de construções, abrigos de paradas de transportes coletivos,   lixeiras e árvores são alvejados diuturnamente. Os cartazes divulgam produtos e serviços, os mais variados: jogos de búzios, festas, cursos, anúncios de empregos e ofertas de produtos.                  

É preciso repensar visualmente os espaços urbanos a partir de outra lógica. A partir do combater frontal a poluição visual e a destruição do patrimônio arquitetônico e por outro lado incluir no cardápio visual da população outros elementos que considerem a relação inseparável e “desestática” da arquitetura, urbanismo e das pessoas.

O que abre leque para reconhecer a cidade como galeria aberta para a arte urbana. O espaço urbano é um dos locais privilegiados para pensar a experimentação e circulação das artes visuais como forma de tornar acessível à produção artística para o grande público, tendo em vista, que é o lugar de trânsito da população e que interfere na relação/fruição das pessoas no sentido de repensar  formas, conteúdos, realidades sociais e criar relações de pertencimento e de identidade.  A arte urbana é vista como um trabalho social, um ramo da produção da cidade,expondo e materializando suas conflitantes relações sociais.  O que aponta para uma questão essencial que deve ser perseguida pelas gestões públicas que é a garantia da liberdade da diversidade estética e artística da arte urbana que incluir trabalhos de caráter permanentes, como efêmeros. 

Pautar essa é questão está na ordem do dia. As casas legislativas municipais  devem ser sacudidas para essa reflexão e provocar um grande debate com a sociedade para que possam ser pensados instrumentos jurídicos que assegurem  salvaguarda do nosso patrimônio arquitetônico e que as cidades possam ser compreendidas  como grandes galerias abertas para arte urbana.   
  

CORDEL EM BARBALHA

Na noite da última terça-feira (28), no Centro de Pastoral José Vieira Silva, no Sítio Santana, o cordel deu mais um passo a caminho da consolidação junto ao público. O lançamento do Cordel “A Santana de Antigamente não era como é agora”, de autoria do poeta Liberato Vieira Silva, além de muito concorrido, primou pelo público eclético, que incluiu professores. Produtores culturais, escritores, poetas, além d leitores e incentivadores.

O trabalho faz um comparativo do que foi o Sítio Santana no passado e os dias atuais, sob a ótica do autor que vivenciou toda sua existência naquela comunidade, acompanhando o ritmo impresso pelo progresso e pelas tecnologias. O lançamento foi a culminância de um projeto cultural da Sociedade dos Poetas de Barbalha - (SPB), da qual o autor é um dos fundadores. 

fonte: Rádio Cetama AM

INSS OFERECE VAGAS PARA ANALISTA DO SEGURO SOCIAL NA AGÊNCIA DE BARBALHA


A agência do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, de Barbalha está oferecendo uma vaga para o cargo de Analista do Seguro Social com Formação em Serviço Social. O órgão publicou no Diário Oficial da União nesta terça-feira (28), a distribuição das 250 vagas para o cargo através do Edital nº 01/2008, destinadas à ampla concorrência e a portador de deficiência, em face da necessidade de provimento e existência de candidatos homologados.
A distribuição ocorreu em face da autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão por meio da Portaria nº 191, de 23 de maio de 2013, publicada no DOU nº 99, de 24 de maio de 2013. No Ceará, além de Barbalha, os candidatos serão lotados nas cidades de: Maracanaú (01); Quixeramobim (01); Redenção (01); Iguatu (01); Brejo Santo (01); Senador Pompeu (01); Crateús (01); Aracaú (01); Camocim (01). 

fonte: Rádio Cetama AM

ATENDIMENTO DA COELCE DURANTE FERIADÃO


A Coelce montou um plano de ação para o feriado de Corpus Christi, envolvendo a área técnica e o atendimento ao cliente. Quanto à área técnica, a empresa manterá 664 pessoas e 265 equipes de plantão em pontos estratégicos em todo o Estado, com o objetivo de agilizar o atendimento emergencial.

Com relação ao atendimento presencial, a Coelce estará com as lojas de atendimento fechadas durante o dia 30 (quinta-feira). As unidades voltam a abrir normalmente na sexta-feira (31).

Os cearenses terão à disposição, durante o período, a Central de Relacionamento da companhia, com todos os serviços disponíveis. Sobre informações acerca de falta de energia, desligamento programado, fio partido, sugestões, denúncias de fraude, poste quebrado por acidente com automóvel etc, a população pode ligar gratuitamente para o número 0800.285.0196, inclusive de telefone móvel. O Call Center funciona 24h, todos os dias da semana, inclusive aos feriados.

Coelce alerta para prevenção de acidentes durante o feriado
 
O feriadão de Corpus Christi se aproxima e, com ele, a expectativa de fazer aquela viagem tão desejada. Mas na hora de deixar o lar para ir descansar em outra cidade é bom ficar atento a alguns cuidados. É preciso alinhar a segurança patrimonial a medidas de eficiência energética e diminuição dos riscos de acidentes.
 
Na hora de viajar, por exemplo, além de verificar se todas as portas estão fechadas corretamente, não se pode esquecer de desligar todos os aparelhos eletroeletrônicos da tomada. Quando acionados no modo “stand by”, eles continuam consumindo energia. Além disso, é ideal que as donas de casa façam o degelo do freezer e da geladeira. Se esses aparelhos forem mantidos por alguns dias com muito gelo acumulado, o consumo de energia para a refrigeração necessária é maior.
 
Para economizar energia em casa, é aconselhável optar pelas lâmpadas fluorescentes, que são mais eficientes. Nos condomínios residenciais, é importante que os moradores verifiquem, também, se existe algum vazamento ou torneira pingando. Assim, evita que a água entre em contato com emendas de fios que possam ter sido mal-feitas e ocorra algum curto-circuito e até um princípio de incêndio.
 
O morador que eventualmente identifique alguma ocorrência relacionada à energia elétrica na casa do vizinho que viajou pode ser proativo e acionar a Coelce por meio do número 0800.285.0196. O Corpo de Bombeiros deve ser o primeiro a saber do fato em caso de incêndio. O número para a emergência é o 193.
 
Durante o descanso
 
A família que decidir passar o feriado em casa de praia ou de serra não pode descuidar das orientações para evitar acidentes. Em residências próximas à praia ou que têm piscina, a atenção deve ser redobrada. Pisos molhados e crianças descalças aumentam os riscos de choque elétrico, já que a água é um bom condutor de energia elétrica. Para evitar acidentes com crianças, tampe as tomadas com dispositivos plásticos adequados (protetor) e nunca deixe que eles brinquem com fios ou aparelhos elétricos.
 
Ao ligar os aparelhos de TV e som, além de isolá-los das áreas que possam estar molhadas, é importante evitar sobrecargas. Nunca ligue muitos aparelhos na mesma tomada. Se possível, aconselha-se evitar o uso de benjamins (os chamados T’s). Ele concentra num ponto só intensidade de correntes muito elevadas, que podem provocar um aquecimento, chegar ao ponto do derretimento do “T” e causar um princípio de incêndio. Além disso, sendo um ponto quente, ele automaticamente aumenta o consumo de energia. Ou seja, significa desperdício, já que a energia é transformada em calor sem nenhuma utilidade.
 
Outra dica é ficar atento a tudo que precise de energia elétrica para funcionar. Ventilador, geladeira, microondas, forno elétrico, aparelho de som, sanduicheira são alguns dos equipamentos que precisam ser manuseados de forma segura e responsável. Tomadas as devidas precauções, nada deve atrapalhar o descanso da família durante o feriadão e, na volta para casa, tudo tende a estar na mais perfeita ordem.
 
Para mais informações, acesso o portal www.coelce.com.br e siga a Coelce nas redes sociais.
 
Gerência de Comunicação – Coelce
Assessoria de Imprensa
(85) 3453.4883 / 3453.4822 / 9993.9553

PREFEITURA DE VÁRZEA ALEGRE PAGA REAJUSTE DE PROFESSORES

A PREFEITURA de Várzea Alegre  cumpriu com a promessa e iniciou nesta quarta-feira, 29, o pagamento dos servidores públicos municipais com reajuste do piso salarial de 7,97%.

O servidor do magistério com 40 horas/semana, recebeu R$ 1.567,00 de salário, de acordo com o piso salarial da categoria. Junto com salário do mês, esses servidores também receberam os valores referentes ao aumento de 7,97% dos meses de janeiro, fevereiro, março, abril.


Os demais servidores ocupantes dos cargos de assistente social, atendente de consultório dentário, autocadista, auxiliar de enfermagem, dentista, enfermeira, engenheiro civil, farmacêutico, médico, motorista, nutricionista, pedagogo, técnico agropecuário, topógrafo, tratorista, veterinário, e os ocupantes de cargos comissionados deverão receber seus salários a partir desta quinta-feira, 30 de maio, também com reposição de 7,97%, sem direito a retroatividade.

Já os servidores efetivos, suas recomposições salariais aconteceram em janeiro, acompanhando o aumento do salário mínimo, que foi de 9%.

A secretária de Administração, Socorro Bastos, disse que o compromisso do governo Avançando Ainda é priorizar o pagamento em dia dos servidores, valorizando o trabalho de cada um. Essa também é uma ordem direta do prefeito Vanderlei Freire.

RECUPERAÇÃO DA ESCOLA PADRE CÍCERO EM JUAZEIRO

O prefeito em exercício de Juazeiro, Luiz Ivan Bezerra, visitou nesta quarta-feira as obras de recuperação da Escola Padre Cícero na Rua Monsenhor Juviniano Barreto, no bairro Socorro, que estava ameaçando desabar. Ele ouviu a promessa feita pela direção da construtora responsável que os serviços estarão concluídos no mês de julho. A demora se deveu à necessidade de reforço em toda a estrutura do prédio para que tenha outras tantas décadas de utilização pela frente sem qualquer tipo de preocupação.

As partes internas, inclusive, já receberam nova pintura e os alunos poderão retornar ao estabelecimento a partir do segundo semestre letivo deste ano. Trata-se de uma das escolas mais antigas de Juazeiro que havia sido fechada na gestão do prefeito Manoel Santana em virtude da incorreta falta de manutenção e a conseqüente ameaça de desabamento. O prédio inaugurado em maio de 1935 estava repleto de rachaduras possibilitando até a visualização do lado externo.

Do jeito como se encontrava, a escola vinha representando um risco para alunos e funcionários. Fissuras dividiram quadros negros, comprometeram o teto e fizeram desabar o forro em boa parte do prédio, destruindo banheiros e alguns móveis. O prefeito Raimundo Macedo encontrou os muros da Escola Padre Cícero escorados com linhas do lado de fora para a mesma não desabar. As partes elétricas e hidráulicas estavam destruídas e os alunos amontoados em uma quadra.
 

CARIRI GARDEN SHOPPING LANÇA PROMOÇÃO PARA ATRAIR OS APAIXONADOS


Com expectativa de aumento nas vendas de 7%, começa no próximo dia 29 de maio, a Campanha de Dia dos Namorados do Cariri Garden Shopping, administrado pela Tenco Shopping Centers. Para participar das promoções, o cliente receberá um cupom a cada R$ 100,00 em compras, e nas trocas às segundas-feiras e quartas-feiras, o cupom será em dobro. Os prêmios este ano são especiais: serão sorteadas uma viagem no valor de R$ 5.000,00 e uma moto Harley-Davidson Sportster 883R.

E para os clientes já irem sonhando com a moto da promoção até o dia 16 de junho, quando ocorrerá o sorteio, estarão expostos no Shopping modelos de motos Harley-Davison, para os admiradores das máquinas. Serão 4 motos que ficarão expostas nos corredores do shopping.

Segundo o gerente de marketing do shopping, Eduardo Duffles, além do aumento nas vendas, o empreendimento contará com um público maior. “A expectativa é de aumento em torno de 5% no fluxo de pessoas e 7% nas vendas em relação ao ano passado. Estamos proporcionando ao Cariri um prêmio inédito e exclusivo, algo que a região nunca viu.”

Segundo o gerente por ser uma das principais datas de varejo do ano, há expectativa dos lojistas é grande, por isso os estoques estão reforçados e equipe também. Eduardo destaca ainda a importância do atendimento ao cliente, além do incentivo, com a promoção, e ainda ressalta o uso da campanha como principal ferramenta de vendas neste período. No Cariri, o período tem o incremento de datas festivas regionais, como a Festa de Santo Antônio, de Barbalha, o ‘santo casamenteiro’. “A data namorados vem ganhando a cada ano uma importância maior, com altos investimentos e crescente expectativa por parte de lojistas e clientes”, completa.

Além da campanha publicitária, com veiculações nas TVs Verdes Mares e Programa Multimídia, o shopping investiu fortemente nas rádios e em Outdoor. Outro ponto diferente nesta campanha será a decoração do shopping, com peças inovadoras e que interagem com o público.

Para os que estão sem inspiração, serão postados na página oficial do shopping no Facebook dicas de presentes e looks para que os namorados e namoradas tenham diferentes opções na hora de presentear.
Para a gerente da loja de confecções e acessórios Handara, Luciana Bezerra dos Santos, esse é um momento importante para os lojistas, com a data que se configura para o setor como a terceira do ano, depois do Dia das Mães e Natal. Ela aposta nas vendas acima de 20% para o segmento. Para contemplar o período, a loja entra com produtos exclusivos e criações voltadas para a data, além do ‘kit do amor’.

Já o empresário da loja O Boticário, Israel Gondim, acredita que a expectativa de vendas para a data é bem positiva e aposta em cerca de 15%. A data, para ele, por ser uma das mais movimentadas do ano, merece uma preparação prévia por parte do lojista. “A procura pelos kits começa esta semana e as vitrines já estão inspiradas na data do Dia dos Namorados. É importante entrar no clima”, diz ele.

SORTEIO DA CAMPANHA PARA O DIA DOS  NAMORADOS

Início da campanha – 29 de maio
Data do sorteio – 16 de junho
Para concorrer: os clientes devem trocar seu cupom a cada R$ 100,00 em compras
Prêmios: uma viagem no R$ 5.000 e uma moto Harley-Davidson Sportster 883R.



TENCO SHOPPING CENTERS REALIZA GRANDE FESTA PARA COMEMORAR 25 ANOS


Para celebrar seus 25 anos de história, a empresa Tenco Shopping Center, responsável pela administração do Cariri Garden Shopping, realiza grande evento no próximo dia 3 de junho, às 20 horas, em Belo Horizonte (MG), cidade sede da empresa. Com exclusividade, a confraternização terá show do cantor Milton Nascimento & Orquestra Opus. A apresentação acontece na semana seguinte ao lançamento do livro “Clube da Esquina - 40 anos”, que revive e homenageia os 40 anos de lançamento do antológico álbum. A comemoração será para 500 convidados, de diferentes estados do Brasil, entre formadores de opinião, autoridades, e os principais nomes do mercado do varejo.

A Companhia tem como foco desenvolver grandes shoppings em novos mercados, e conhece como ninguém o novo Brasil. Possui em seu portfólio mais de 85 empreendimentos construídos ao longo de sua história, incluindo 20 shoppings center em todo o Brasil.

Para os anfitriões da festa, Eduardo e Adriana Gribel, Milton Colen e Marcelo Rainho, diretores da Tenco Shopping Centers, os 25 anos é um momento de muito orgulho e realização. Este marco histórico consolida o trabalho de uma empresa que soma mais de 475.600m² de Área Bruta Locável (ABL) e shoppings como o Ponteio Lar shopping, Pátio Savassi, Villaggio Gutierrez e Villaggio Pampulha (Belo Horizonte/MG), Itaú Power Shopping (Contagem/MG), Via Café Garden Shopping (Varginha/MG), Píer 21 (Brasília/DF), Mossoró West Shopping (Mossoró/RN), Villaggio Santa Rosália (Sorocaba/SP), Via Vale Garden Shopping (Taubaté/SP), Roraima Garden Shopping (Boa Vista/RR), Cariri Garden Shopping (Juazeiro do Norte/CE). Este ano ainda serão inaugurados três shoppings: Metropolitan Shopping Betim (Betim/MG), Pátio Arapiraca Garden Shopping (Arapiraca/AL) e Amapá Garden Shopping (Macapá/AP).

domingo, 26 de maio de 2013

ICASA VENCE SPORT NO ROMEIRÃO

Vitória na estreia. O Icasa começou bem a disputa da Série B e venceu o Sport no estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte, na tarde de ontem, pelo placar de 2 a 1.

O Icasa começou a partida com mais posse de bola, mas sem conseguir criar boas oportunidades para marcar. O Sport tentava, sem sucesso, encaixar jogadas de contra-ataque. Aos 27 minutos, lance polêmico que começou a definir a partida. O zagueiro Oswaldo, do Sport, se chocou com o atacante Adalgísio Pitbull, o árbitro demorou a marcar, mas o assistente chamou a responsabilidade e indicou a falta dentro da área. Os jogadores do Sport reclamaram, mas o juiz manteve a penalidade. Na cobrança, Elanardo cobrou com categoria, goleiro de um lado, bola do outro e Icasa na frente. 1 a 0.

O Sport tentou reagir, mas as chances claras de balançar as redes só apareceram no fim do primeiro tempo. Aos 43 minutos, Felipe Azevedo tocou para Nunes dentro da área. O atacante chutou de primeira e a bola passou muito perto. Aos 45 minutos, em nova oportunidade para o time visitante, Felipe Azevedo driblou o marcador e chutou com perigo, assustando o goleiro Camilo.

No segundo tempo, Sandrinho, que substituiu Lucas Lima, criou chances para o Sport empatar, mas o time visitante não fazia boa partida. Mais cauteloso no segundo tempo, o Icasa soube se defender e passou a contra-atacar. Aos 19min, Maurício puxou Chapinha e foi expulso.

Com um a mais, o Icasa voltou criar oportunidades e chegou ao segundo gol aos 33 minutos. Chapinha soltou uma bomba de fora da área, o goleiro Magrão defendeu. Na sobra, Leandro marcou de cabeça.

Aos 46 minutos, o Sport ainda conseguiu diminuir com Marcos Aurélio, após falha da zaga do Icasa. E o juiz encerrou a partida: 2 a 1, e três pontos conquistados para o time de Juazeiro.

SÉRIE B 2013
ICASA - 2
TÉCNICO: FRANCISCO DIÁ
ICA: 4-4-2
CAMILO, LEYRIELTON, NILDO, LUIZ OTÁVIO, CARLINHOS, NETO (SORATO), ELANARDO, CHAPINHA, DA SILVA, ADALGÍSIO (ROBERTO), JUNINHO (LEANDRO)

SPORT -1
TÉCNICO: GUSTAVO BUENO
SPO: 3-5-2
MAGRÃO, TOBI, OSWALDO , FELIPE AZEVEDO, RENAN TEIXEIRA
MAURÍCIO, LUCAS LIMA (SANDRINHO), FELIPE AZEVEDO, MARCOS AURÉLIO, NUNES (BALOTELLI), MARCELO (REINALDO)

Local: Estádio Romeirão (Juazeiro do Norte)
Data: 25/5/2013
Árbitro: João Bosco Sátiro (PB)
Assistentes: Bruney Machado (PB) e Kilmer Tadeu de Lucena (PB)
Cartões amarelos: Carlinhos (I), Felipe Azevedo (S), Oswaldo (S)
Cartões vermelhos: Maurício (S)
Renda: R$ 40.180
Público: 2.594 (pagantes) 600 (estudantes) 650 (não pagantes)
Gols: Icasa: Elanardo (28 1ºT), Leandro (33 2ºT); Sport: Marcos Aurélio (46 2ºT)

A AJUDA QUE VIROU POLÍTICA DE ESTADO

Bastou o boato. No último fim de semana, agências da Caixa Econômica Federal ficaram lotadas pela mentira, que incluía a suspensão do Programa Bolsa Família e um bônus pelo Dia das Mães que poderia ser sacado até o sábado, 18 de maio. A aflição e o medo de perder o benefício, geraram tumulto, revolta e até quebra-quebra em algumas agências. O episódio revelou a importância da “ajuda” e deu a dimensão da força e do alcance que o programa alcançou em dez anos.

Mais do que uma ação do Governo Lula, continuada e expandida por Dilma Rousseff, ambos do PT, o Bolsa Família tornou-se, efetivamente, política de Estado. Destinado a pessoas que se enquadram no perfil de pobreza e extrema pobreza, obriga as famílias a matricularem os filhos na escola e a manterem o cartão de vacina atualizado, para que tenham direito ao benefício.

Segundo dados de abril do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), mais de 13 milhões e 600 mil famílias recebem benefícios que variam de R$ 32 a R$ 306, dependendo da composição familiar e a renda declarada. Custou aos cofres públicos, naquele mês, R$ 2.051.462.250,00. No Ceará, no último mês de abril, mais de 1 milhão e 78 mil famílias sacaram o benefício, o que correspondeu a R$ 163.770.275,00.

Isso, de certa forma, explica o porquê do boato sobre o fim do Bolsa Família ter causado tanto pânico no último fim de semana. O que muitos críticos do programa chamam de esmola, estímulo à preguiça e acomodação, é apontado na edição de hoje, pelos próprios beneficiários, como ajuda essencial, complemento que permite comprar o lanche dos filhos, material escolar etc. Já especialistas o afirmam como uma política que deu capacidade de consumo, favorecendo a própria economia. Diante do retorno, as cifras investidas seriam até investimento baixo comparado a outras políticas.

Para especialistas, o programa investe principalmente nas gerações futuras, que terão maior escolaridade, mais saúde e, portanto, mais condições de entrar no mercado de trabalho. Ainda que precise ser aprimorado, são destacadas as ações de inclusão produtiva, como meio de permitir que o adulto beneficiado hoje conquiste a autonomia, ao ponto de não depender mais do Bolsa Família.

Apesar da dimensão e importância, há dificuldade para se saber quantas pessoas já foram beneficiadas desde a criação. O POVO solicitou o dado no início da semana passada, mas a assessoria de comunicação do MDS informou que não havia tempo hábil para dar o número. “É necessário pelo menos um mês para preparar esta informação”, foi a resposta.. Mas, de acordo com o MDS, 1.689.284 famílias já saíram do programa, por terem aumentado a renda per capita e não se enquadrarem mais no perfil estipulado. No Ceará, 123.528 famílias encontraram a porta de saída, conforme o MDS.

O boletim Radar, divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), no último mês de abril, também contraria discurso de que o Programa leva à acomodação. Segundo a pesquisa, parte considerável do público-alvo já trabalha por conta própria, em sua maioria, de maneira informal. Além disso, os beneficiários representam 7% do total de microempreendedores individuais.

Para especialistas, o Bolsa Família é o caminho para a cidadania e as portas de saída são, na verdade, “janelas de oportunidade” ou “portas para a dignidade”. Ainda que se façam críticas, o programa está consolidado e nem a própria oposição ao Governo Federal defende seu fim. Segundo levantamento do deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE), há hoje, na Câmara dos Deputados, 24 propostas de aperfeiçoamento do Bolsa Família. Nenhuma, todavia, nem de longe, trata da possibilidade de extinção do benefício. Apesar disso, como os leitores verão a seguir, o fato é que o caminho para a reversão da miséria é longo e ainda pode durar décadas.

Como

ENTENDA A NOTÍCIA

Nos municípios, esfera do poder público que cabe fazer o acompanhamento dos compromissos dos beneficiários , isso se dá intersetorialmente entre as áreas de saúde, educação e assistência social.

Números

13,6 milhões e 600 mil famílias recebem benefícios do Bolsa Família no país

123 mil famílias já encontraram a porta de saída do programa no estado do Ceará

1 milhão e 78 mil famílias sacaram o benefício do programa no Ceará  em abril

24 propostas de aperfeiçoamento do Bolsa Família tramitam na Câmara


fone: jornal O Povo

domingo, 19 de maio de 2013

BARRO INAUGURA CENTRO CULTURAL

A Casa da Cultura André Rodrigues, inaugurada em Barro na última semana, já é vista como o celeiro das futuras discussões que deverão resultar no fomento à arte e a cultura do município. Por lá deverão passar artistas e apoiadores da cultura das mais diferentes matizes. No local, serão realizadas oficinas de formação às artes e apresentações de teatro, danças, música, cinema e artes plásticas. Também estão sendo programadas exposições de fotografias e do artesanato local.

O empreendimento, construído para resguardar a história do município, possui uma espécie de salão permanente, onde é possível encontrar peças e objetos que narram os avanços alcançados pela população local, no decorrer dos tempos.

Os objetos ali depositados possuem valor histórico para muitas das chamadas famílias tradicionais do município.

São fotografias, documentos, móveis, livros, relíquias artísticas, sacras e aparelhos que datam da década dos anos 50. Conforme o secretário de cultura de Barro, Souza Neto, "a área foi construída, principalmente, com o intuito de despertar aos visitantes a curiosidade em torno da formação do município e, também, como forma de se valorizar o patrimônio local e um maior interesse das pessoas pelos bens culturais da cidade".

Parceria
A Casa de Cultura André Rodrigues é fruto de parceria envolvendo o governo municipal e a Fundação Zerinho, administrada pelo empresário José Nelo Zerinho Rodrigues.

Filho ilustre do município, Zerinho é radicado em Cajazeiras, município do alto sertão paraibano, tendo sido prefeito daquela cidade, deputado estadual e secretário de estado durante as gestões do ex-governador José Maranhão. "Essa parceria surge num momento muito importante para todos nós. Havia, em Barro, um déficit muito grande no que diz respeito à produção artística do município, a partir de um local que pudesse congregar todas as formas do fazer arte e cultura. Agora, com o surgimento da Casa da Cultura, os artistas locais passam a deter de local para realização de seus trabalhos", avaliou o empresário.

Para o prefeito de Barro, Neneca Tavares, a inauguração da Casa da Cultura André Rodrigues representa um avanço significativo na segmentação dos costumes e efetivação das práticas culturais do município. "Agora é fazer com que o local possa produzir. Muitos projetos deverão ser elaborados por artesãos locais. O objetivo, sem dúvida, é fortalecer o setor cultural do município", informou.

O gestor também lembrou a importância da doação de objetos históricos para que seja ampliado o volume de peças já existente no salão permanente. "Muita relíquias já foram doadas. No entanto, nós solicitamos às famílias que possuam material histórico que também realizem estas doações. Queremos ampliar o resgate histórico do município e, ainda, imortalizar as principais conquistas do nosso povo", finalizou o gestor.


TERRENO DO SÍTIO CALDEIRÃO ESTÁ SOB AMEAÇA DE INVASÃO

Um crime contra a humanidade, esquecido nos livros de história do Brasil, aconteceu há 76 anos. Um massacre que ainda procura suas marcas, os restos dos mortos e enterrados, em uma cova coletiva na "Mata dos Cavalos". Um outro crime está ocorrendo agora com a falta de maiores cuidados na área preservada, palco dessa história.

Da multidão dizimada, poucos sobreviventes de um oásis criado no meio do sertão, do Cariri, fértil que fez brotar uma comunidade, liderada pelo beato José Lourenço, o paraibano que foi acusado de liderar um movimento, de onde poderia estar nascendo um foco comunista, à época, conforme estudiosos. Eram apenas agricultores, à procura de alimento, trabalho e chão para morar. Foram mortos em um suposto bombardeio aéreo. Crianças, adultos e idosos perderam a vida e derramaram sangue no Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, em Crato. Recentemente foi registrada tentativa de ocupação ilegal no espaço, tombado pelo patrimônio histórico do Estado.

O episódio aconteceu em 10 de maio de 1937. A Chapada do Araripe viveu o dia tenebroso do questionável massacre do Caldeirão, inclusive por militares da época, do primeiro bombardeio aéreo do Brasil.

O ataque partiu do Exército Brasileiro e da Polícia Militar do Estado do Ceará. As chances de sobrevivência não existiram, praticamente. Era um dia comum como tantos outros, de se cumprir a tarefa coletiva de trabalho. Todos se ajudavam e o líder do grupo era o homem que, além de dirigir o povo do Caldeirão, que a cada dia recebia novos moradores, levava a forte religiosidade, inspirada no Padre Cícero, que deu o pedaço de terra para o beato morar.

Mas o espaço que hoje abriga a Igreja Santo Inácio de Loyola, a edificação mais bem preservada da área, e alguns outros casebres, recentemente virou algo de cuidados maiores, por denúncias de invasão por parte de um morador, que decidiu cercar com arame farpado um espaço que diz respeito ao local onde havia a casa do beato. Uma área um pouco mais alta do sítio, de onde José Lourenço avistava toda a pequena vila que se formou.

Caminho
O caminho que leva ao Caldeirão é uma forma de reavivar na memória umas das pessoas experiências exitosas em comunidade rural, que terminou em tragédia e o sumiço de centenas de pessoas. Oficialmente cerca de 400 pessoas foram assassinadas. Extra-oficial, mais de mil, com os ataques aéreos.

Este ano, acontece a 14ª Romaria das Comunidades de Base ao Caldeirão, no mês de setembro. No local, se pretende há vários anos, desenvolver projetos que estimulem o turismo, com base histórica dos fatos que ocorreram no sítio.

Os moradores atuais do Caldeirão são apenas um casal e seus filhos. Estão lá, mantidos pela administração do Crato, e também ajudam a cuidar do pouco do patrimônio edificado que ainda resta de uma história, que segundo a antropóloga Luitgarde Barros, tem uma grande relevância nacional para movimentos sociais insurgentes do Brasil, a exemplo de Canudos, e tantos outros que ocorreram, mas um fato que continua sendo ignorado pela história oficial.

Segundo a Secretária de Cultura, Esporte e Juventude do Crato, Dane de Jade, a meta agora é desenvolver um projeto que realmente esteja associado, de forma técnica, e que valorize a história do Caldeirão.

Cerca
A secretária Dane de Jade tomou conhecimento de um homem que queria ocupar o espaço e inserir uma cerca, principalmente usando uma das estacas dos escombros da casa que pertenceu ao beato. A área do terreno foi tombada pelo Conselho Estadual do Patrimônio (Coepa).

Por conta disso, técnicos da Secretaria de Cultura do Estado, no último dia 25, foram ao Sítio Caldeirão para verificar o que estava ocorrendo e constataram morador fazendo uma cerca por cima das pedras de fundação da casa do beato, na estrada de acesso ao sítio. O patrimônio tombado está inscrito às folhas 81 e 82 do Guia dos Bens Tombados do Estado do Ceará. A área pertence à Prefeitura de Crato, por desapropriação, processo realizado para dar condição do tombamento ao sítio.

Segundo o técnico, Otávio Menezes a ação de "invasão a um bem público" é ilegal e se inscreve como verdadeiro processo de mutilação do bem tombado cujas penalidades estão previstas na Lei 13.465, de preservação dos patrimônios tombados, (Artigos 4, §§ 3º e 4º). Foi solicitado pelos técnicos que a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará remetesse ofício ao Ministério Público Estadual informando sobre a situação e a necessidade de medidas emergenciais para esclarecer os fatos, conter o processo de invasão e mutilação dos bens tombados e, se for o caso, criminalizar na forma da lei a prática do que se configurar como atentado ao Patrimônio.

Projeto de parque ainda está no papel

Crato.
O projeto de Revitalização do Parque Histórico do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto há vários anos aguarda sair do papel. Há apenas o que a secretária de Cultura, Dane de Jade, chama de um espaço, que deveria ser um museu, foi construído no meio do terreno, de forma completamente aleatória. Ela disse que a Secretaria está desenvolvendo um projeto, com avaliações de técnicos especializados, que realmente esteja dentro dos padrões de uma área tombada, respeitando todos os preceitos, relacionados à história do Caldeirão.

A ideia original de valorização do Caldeirão, no contexto de preservação do sítio histórico, partiu do cineasta Rosemberg Cariry. Ele foi secretário de Cultura do Crato e fez um filme sobre a história da comunidade dizimada, "Caldeirão da Santa Cruz do Deserto". O memorial não foi erguido, e continua no mesmo patamar de esquecimento na maior parte do ano. Durante este ano, segundo conta o historiador Sandro Leonel, até mesmo no espaço que raramente faltava água, os chamados caldeirões de pedra, chegou secar depois de décadas.

O Caldeirão fica numa localidade a 30 quilômetros do centro do Crato, incluindo 12 de estrada carroçável. Foi para lá que o beato, negro, pobre e analfabeto, recebeu a terra como lida e teve morada com os seus primeiros seguidores. A área foi dada pelo Padre Cícero. José Lourenço chegou ao Ceará por volta das 1890. Veio como tantos outros sertanejos do Nordeste, em busca de auxílio do "padrinho". A comunidade que surgiu no sítio Baixa Dantas, continuou na fazenda Caldeirão da Santa Cruz do Deserto. Há necessidade de se fazer uma orientação e conscientização das pessoas quanto ao espaço tombado, como o Caldeirão, conforme a secretaria de Cultura, Dane de Jade. Ela afirma que a área precisa de uma requalificação e, no que se refere à casa, todo o trabalho de escavação deve ter o acompanhamento de arqueólogo. Seria uma espécie de espaço proposto para o museu, mas abrindo um diálogo com as pessoas. Para isso, tem que ser visto de que forma vai ser aproveitada a obra.

Para a secretaria, o que houve foi uma construção equivocada e num espaço inadequado. "Na verdade, é um espaço físico que não tem consistência de um museu", explica ela.

Segundo Dane, a própria família que mora do espaço e salvaguarda o patrimônio nunca foi capacitada com esta finalidade e pouco conhece sobre a história. Mas foram eles que informaram sobre o movimento estranho dos moradores que querem se apossar de área do sítio.

Como forma de valorizar a experiência coletiva do Caldeirão, Dane de Jade diz que é importante que o espaço tenha o acolhimento para o turismo, com infraestrutura necessária.

Mais informações:
Secretaria de Cultura do Crato Centro Cultural do Araripe, S/N
Crato - CE
Telefone: (88) 3523.2365

CEARÁ E GUARANY DE SOBRAL DECIDEM HOJE TÍTULO DO ESTADUAL CEARENSE DE 2014

Hoje será conhecido o campeão cearense 2013. De um lado, o Ceará, um time acostumado a conquistas, buscando o seu 42º título estadual e o tricampeonato. Do outro, o Guarany de Sobral, uma equipe valente, querendo quebrar a hegemonia de times da Capital para conquistar pela 1ª vez um título no Estado.

O duelo acontece hoje, às 16 horas, na Arena Castelão, que tem tudo para estar lotada, devido à grande procura da torcida alvinegra, empolgada com a possibilidade de a equipe ser tricampeã depois de 15 anos.

O título irá para a sala de troféus alvinegra em caso de empate sem gols ou 1 a 1, resultado na primeira partida, no Junco em Sobral. A vantagem do time da Capital se dá pela melhor campanha geral do clube do certame.

Ao Guarany, para fazer história e se tornar o primeiro time do Interior campeão dentro de campo - o Icasa dividiu o titulo com outros três clubes em decisão no tapetão, em 1992 - empates a partir de 2 a 2 ou qualquer vitória serão suficientes.

Ainda que o Alvinegro seja favorito por sua tradição, por jogar com o apoio de sua torcida e ter a vantagem de dois empates, o retrospecto entre ambos em 2013 - o Guarany venceu dois jogos - e principalmente, o fato de o time sobralense ter dominado o jogo de ida, permite aos personagens do duelo considerarem o título em aberto.

"Nossa concentração para esta decisão é total. É um jogo diferente, mexe com todos no Ceará e nenhum jogador quer perder a oportunidade de entrar para a história do clube. Para isso teremos de suar sangue, jogar com toda a seriedade. A responsabilidade é nossa, a torcida estará toda lá e, respeitando o Guarany, buscaremos o tri", diz o goleiro Fernando Henrique, que no elenco, ao lado de Eusébio e João Marcos, é remanescente das conquistas de 2011 e 2012.

Do outro lado, a manutenção do sonho de conquistar um título inédito. Assim entrará em campo, neste domingo, o Guarany de Sobral contra o Ceará.

Somente o zagueiro Joécio vai torcer pelo título nas cadeiras superiores da Arena Castelão, porque o restante do time estará engajado para tentar superar o Ceará. Todos motivados com a premiação que a diretoria está prometendo pelo título. Serão R$ 250 mil para serem rateados entre os jogadores em caso de o Bugre levantar a taça.

MOSTRA DÁ ESPAÇO AO ROCK ALTERNATIVO NO CARIRI




Com uma programação diversificada, será finalizada na noite de hoje, a 4ª edição da Mostra de Bandas Armazém do Som. Este ano, 15 bandas de rock estão participando do evento que é realizado pelo Sesc com o objetivo fortalecer a diversidade das estéticas musicais presentes na região do Cariri.

 A ação é uma continuidade de um trabalho iniciado ainda em 2009. Objetiva privilegiar os músicos que se inserem na construção do cotidiano musical. A meta é dar oportunidade com espaços para apresentação dos seus trabalhos, criando ambientes para discussões em torno de temas relativos a essa temática.

Também objetiva trabalhar a formação e melhoramento do senso crítico dos participantes e artistas, como forma de qualificar ainda mais a produção.

Motivado pelos resultados das edições anteriores, que trouxeram para o Teatro Sesc Patativa do Assaré um publico de mais de seis mil pessoas, distribuídas em atividades de artes e formação, a unidade do Sesc de Juazeiro do Norte assumiu o compromisso de, junto ao público e aos artistas, viabilizar um conjunto de ações voltadas para o intercâmbio e o diálogo entre as vertentes mais contemporâneas do fazer musical.

A meta é criar condições ideais para apresentações de grupos musicais que se classificam na categoria "bandas independentes", relacionadas às diversas vertentes da musicalidade contemporânea como o rock, pop, rap, reggae, música eletrônica, sons de raiz e outros.

A proposta da iniciativa é estabelecer diálogos e intercâmbios que possam interferir de forma qualitativa nos seus processos artístico culturais.

De acordo com o técnico de cultura do Sesc, Sérgio Magalhães, o evento consolida o cenário musical da região. "Essa ação contribui para o fortalecimento das bandas alternativas que querem conquistar seus lugares na cena da música. A partir das apresentações, as que se encaixam como independentes passam a ter incentivos para estarem apresentando seus trabalhos", diz.

Ele afirma que o impacto da ação deverá refletir em público que fomenta as políticas e atividades culturais e buscam o desenvolvimento dos valores humanos. Nesta edição, a apresentação mais esperada é a banda convidada Hardvolts, vinda de Fortaleza.

ARTES VISUAIS DA URCA ABRE DUAS VAGAS PARA PROFESSOR EFETIVO, COM INSCRIÇÕES A PARTIR DO DIA 23 DE MAIO




 Estarão abertas, a partir do dia 23 de maio, as inscrições para duas vagas de professor efetivo da Universidade Regional do Cariri (URCA), para o Departamento e Artes Visuais da Instituição. As vagas são para as disciplinas de Artes Gráficas e Poéticas Contemporâneas. As inscrições estarão abertas até 20 dias úteis, após o dia 23, e deverão ser feitas no campus do Pimenta da URCA, em Crato, ou pelo site, com disponibilidade de acesso a partir do dia da inscrição, no valor de R$130,00.